19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

PF fiscaliza atividades não autorizadas de Segurança Privada em SC

A Polícia Federal, no âmbito da Operação Segurança Legal VI, realizou na quinta-feira (1º), fiscalizações de empresas em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, visando apurar a prestação de serviços de vigilância privada, de maneira clandestina, sem a devida autorização.

Embora a atividade de monitoramento eletrônico não seja objeto de fiscalização pela Polícia Federal, constatou-se, entretanto, que as empresas estavam atuando também no serviço de “Segurança Privada”, que requer a contratação de serviço especializado, e só pode ser exercido por vigilante credenciado junto ao órgão.

Convém reforçar que não há óbice quanto à prestação do serviço de monitoramento pelas empresas, desde que, ao identificar intrusão ou ameaça, adote-se o procedimento correto de acionamento dos órgãos de segurança pública.

 

Para contratação de serviço de segurança privada regular, basta que o interessado acesse o site da polícia federal, vá em segurança privada e em seguida consulta de empresas, onde terá a opção de “Consultar Vigilante e Instrutor credenciado para Segurança Privada”, e verificar autenticidade de Carteira nacional de Vigilante (CNV)”, além de consulta de empresas de Segurança Privada, clicando aqui.

As empresas foram notificadas a se cadastrarem na Polícia Federal, caso queiram prestar serviços típicos de vigilante (ronda, abordagens, segurança patrimonial), sob pena de incorrer no crime de desobediência.

Foto: Polícia Federal/Reprodução