27 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Polícia Civil realiza prisões e atendimentos a vítimas na Operação Átria

A operação foi a maior já realizada no combate a crimes de violência contra a mulher, em razão de gênero, no país

A Polícia Civil, por meio da Coordenadoria das Delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMIS), participou da operação nacional Átria, que ocorreu entre os dias 27 de fevereiro a 28 de março.

Em Santa Catarina, a operação contou com o efetivo de 348 policiais que realizaram diligências por 181 municípios. No total, 200 palestras, cursos, orientações e ações pedagógicas foram realizadas. Na operação, foram cumpridos 65 mandados de busca e apreensão e 412 autos de prisão em flagrante foram lavrados. Além disso, 1.004 inquéritos policiais foram instaurados, 1.285 medidas protetivas foram solicitadas/ expedidas e 1.802 vítimas foram atendidas. No total, foram 1.098 denúncias apuradas e foram apreendidas 16 armas de fogo.

Além do combate à violência contra a mulher, por meio da apuração de denúncias, instauração de inquéritos policiais, realização de atendimentos às vítimas e cumprimento de mandados de prisão, a operação também promoveu ações educativas, como palestras, orientações e cursos.

A ação, realizada pelas polícias civis de todos os estados e do Distrito Federal, foi comandada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

As Polícias Civis de todo o país atuaram, de forma conjunta, na busca de suspeitos e foragidos da Justiça pela prática de crimes de feminicídio, violência física, psicológica, patrimonial, moral e sexual contra mulheres e outras tipificações.

Canais de denúncia

As denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas pelo número 180, que atende todo o território nacional e funciona diariamente, 24 horas por dia, ou pelo 181 da Polícia Civil de Santa Catarina.

Operação Átria

Átria é o nome da principal estrela da constelação denominada Triângulo Austral do hemisfério estelar sul. Tem uma coloração alaranjada e consta na bandeira do Brasil, em alusão à posição de destaque da estrela, a operação objetiva reposicionar a mulher, retirando da condição de vítima e a pondo em evidência.

Foto: PCSC/Reprodução

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial