27 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Polícia prende um dos suspeitos da morte do ator catarinense Jeff Machado

Jeander Vinícius da Silva Braga confessou ter participado do assassinato do ator

Com pedido de prisão temporária acatado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), a Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou, nesta sexta-feira (2), uma operação para prender Bruno Rodrigues e Jeander Vinícius da Silva Braga, os dois suspeitos do assassinato do ator Jeff Machado, catarinense natural de Araranguá.

Jeander Vinícius da Silva Braga foi preso na manhã desta sexta (2), em Santíssimo, bairro da Zona Oeste da capital fluminense. Já Bruno, produtor amigo de Jeff que alugou a casa onde o corpo foi encontrado, é tido como foragido. As autoridades cumprem mandados em quatro endereços ligados aos suspeitos, todos na zona Oeste do Rio.

Confissão

Em depoimento, Jeander confessou a participação na ocultação do cadáver, mas alegou que não matou Jeff. Segundo Jeander, uma terceira pessoa, além dele e de Bruno, teria matado o ator: um suposto miliciano da Zona Oeste, chamado “Marcelo”.

 

Jeander, que admitiu ser garoto de programa, afirmou que havia se encontrado com Jeff na casa do ator, em Barra de Guaratiba, onde participaria de uma filmagem de vídeo erótico. Também estariam presentes Bruno e Marcelo.

Ainda de acordo com o depoimento, Marcelo teria enforcado Jeff e coagido Jeander e Bruno a ocultarem o corpo. Contudo, a polícia não acredita na versão e sugere que o suposto miliciano nunca existiu, sendo uma invenção dos suspeitos para escapar das acusações de assassinato.

Na versão de Jeander, ele disse que Marcelo estava “alterado” e assassinou Jefferson sob a alegação de que o ator havia passado HIV para ele. O suposto miliciano teria ordenado que Bruno e Jeander colocassem o corpo da vítima em um baú, levassem o móvel até o carro de Jeff e dirigissem em direção ao imóvel em Campo Grande, onde o baú foi enterrado.

Jeander afirmou que Marcelo teria descido do carro em uma rua deserta e que seguiu até a casa com Bruno. No local, ele teria cavado sozinho o buraco onde colocou o baú com o corpo da vítima, enquanto Bruno esperava.

Os suspeitos

Produtor, Bruno mantinha relação próxima a Jeff Machado. Um vídeo gravado pelo irmão de Jeff mostra que o suspeito frequentava a casa do ator. Foi ele quem acompanhou a família do ator à delegacia para fazer o boletim de ocorrência de desaparecimento.

Bruno também ficou com os cartões bancários da vítima. O advogado da família, Jairo Magalhães, aponta que R$ 5 mil foram gastos após o desaparecimento.

Jeander é garoto de programa e mantinha relações próximas com Jeff, segundo apontam as investigações. No depoimento, ele confessou ter ocultado o corpo da vítima com o auxílio de Bruno, a mando do suposto miliciano, “Marcelo”.

A versão de Bruno é semelhante à de Jeander. O produtor não compareceu à delegacia, mas entregou por escrito um depoimento, ocasião em que também citou “Marcelo”. Imagens mostram o momento em que o suspeito pediu perdão aos familiares de Jeff.

“Eu estou gravando esse vídeo, primeiro, com o intuito de trazer um pouco de paz para a maior dor da família do Jeff e para me livrar de todo esse peso na consciência e responder judicialmente pelo que cometi”, disse.

Com informações da Band
Foto: Reprodução

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial