19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Porto Alegre cria abrigos exclusivos para crianças e mulheres após casos de violência

Foto: Cesar Lopes/ PMPA

Local terá apoio do Poder Judiciário e serviço de vigilância privada

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, anunciou nessa quinta-feira (9) a criação de um abrigo emergencial voltado especificamente a receber mulheres e crianças. A medida se dá após quatro casos de estupro serem registrados nos abrigos que recebem refugiados da maior catástrofe ambiental a atingir o Rio Grande do Sul.

A medida foi anunciada durante uma coletiva de atualização sobre o enfrentamento à enchente. O novo abrigo será instalado no Foro Regional do Partenon, na Zona Leste, por meio de parceria com entidades do Poder Judiciário neste fim de semana. Também foram contratados serviços de vigilância privada para os abrigos.

 

Os casos de estupro foram confirmados pela Brigada Militar. Todos foram praticados por parentes das vítimas, e cinco pessoas foram presas pelos crimes. Além de se preocupar com o apoio às vítimas da catástrofe, as forças de segurança precisam ainda se preocupar com a prática de crimes, como os saques e roubos.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

“Seguimos resgatando pessoas, acolhendo-as em abrigos e trabalhando para que a cidade tenha suprimentos e condições de atender a todos. Estamos em um segundo momento já pensando para onde irão essas pessoas que perderam tudo, pois muitas casas não existem mais”, afirmou o prefeito Sebastião Melo.

Segundo a Prefeitura da capital gaúcha, são 13,1 mil pessoas acolhidas em 140 estruturas emergenciais. Destas, 127 passam a contar com segurança privada das 19h às 7h a partir da noite desta quinta-feira. “Estamos trabalhando para esse serviço aumente para 24h, pois entendemos que as pessoas precisam se sentir seguras neste momento de fragilidade”, destacou a responsável pelos abrigos e presidente da Procempa, Leticia Batistella.