21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Posse dos deputados em meio à expectativa da eleição da Mesa Diretora

Assim como em todo o Brasil, os parlamentos darão posse aos seus representantes eleitos em 2 de outubro de 2022. Em Santa Catarina, dos 40 deputados, 16 vão assumir os mandatos pela primeira vez. Os outros 24 foram reeleitos. Destes 16, pelo menos dois já tiveram rápida passagem pela Casa, como suplentes: Carlos Humberto (PL) e Pepê Collaço (PP), já estiveram por como deputados por 60 dias. Quanto aos outros 14, estes, estarão sim pela primeira vez no parlamento catarinense. Outras informações dão conta de que quatro deles nunca tiveram outro cargo eletivo, ou seja, estarão pela primeira vez no exercício de um mandato: Mario Motta (PSD), Egídio Ferrari (PTB), Matheus Cadorin (Novo) e Sérgio Guimarães (União). (Plenário Deputado Osni Régis / Foto: Solon Soares/Agência AL)

Os Partidos

No total serão 13 os partidos que conquistaram vaga para a Assembleia em 2023. Um número histórico. Marca um recorde da Alesc, superando o anterior, que era de 12, registrado nas eleições de 2018. O Partido Liberal terá a maior bancada, com 11 cadeiras. É a primeira vez na história da Alesc que o PL elege o maior número de deputados, posição que, desde 1982, foi ocupada apenas por MDB e PP. O MDB elegeu o segundo maior número de deputados: seis, ao todo. O PT conquistou quatro vagas e terá a terceira maior bancada. O Psol e o Novo surgem como novidade. Pela primeira vez elegeram deputados para a Alesc. Os dois partidos já tiveram parlamentares na Casa, mas eles foram eleitos por outros partidos e, já no exercício do mandato, migraram para Psol e Novo.

Confira novamente a completa composição das cadeiras:

PL – 11 cadeiras

MDB – 6 cadeiras

PT – 4 cadeiras

Podemos – 3 cadeiras

PP – 3 cadeiras

PSD – 3 cadeiras

União Brasil – 3 cadeiras

PSDB – 2 cadeiras

Novo – 1 cadeira

PDT – 1 cadeira

Psol – 1 cadeira

PTB – 1 cadeira

Republicanos – 1 cadeira

Roteiro da posse dos deputados

Deputado Padre Pedro Baldissera – Foto: Agência Alesc

A cerimônia de posse está prevista para começar às 9h. Neste mesmo dia, também irá ocorrer a escolha do novo presidente da Casa Legislativa e o início dos trabalhos em 2023. A cerimônia será conduzida pelo deputado mais velho entre os com maior número de legislaturas, conforme prevê o regimento da assembleia. O deputado Padre Pedro Baldissera (PT), de 65 anos, e que irá para o seu quarto mandato terá a responsabilidade inicial. Cada deputado terá que proclamar, de pé, o compromisso para exercer o cargo e, depois, assinar o termo de posse. Na sequência ocorre a eleição da Mesa Diretora. Serão escolhidos o presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 3º secretário e 4º secretário. Conforme a programação o ato de escolha da Mesa está previsto para começar às 14h de 1º de fevereiro, também sob a presidência do deputado Padre Pedro Baldissera.

Dois nomes na disputa

Por hora estão na disputa pela Presidência os deputados Mauro De Nadal (MDB) e José Milton Scheffer (PP). O emedebista notoriamente carrega consigo o favoritismo da disputa. Ele que já foi presidente em 2021. Nadal conta com o apoio de um bloco partidário que na soma geral, em princípio, lhe dará o maior número de votos. Zé Milton é o preferido do governador Jorginho Mello e teve o apoio antecipado. Desde então, a disputa passou a ser alvo de novas articulações, e que terão o desfecho na tarde de quarta-feira, próxima. Falarei novamente a respeito disso.