24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Prefeitura de Florianópolis retorna pessoas em situação de rua às cidades de origem

Mais de 670 receberam passagens de volta, cerca de 100 apenas em 2024

Nos últimos 12 meses, mas de 670 pessoas em situação de rua que viviam em Florianópolis receberam passagens de volta para suas cidades de origem. De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, a abordagem aos cidadãos é individual e depende do aceite voluntário de cada um, a partir de um trabalho de assistência e contato com família ou serviço social de cada um dos municípios.

Apenas em 2024, cerca de 100 pessoas foram reintegradas à suas cidades natais. Uma delas é Maria, com seu filho ainda bebê. Ela veio de Porto Alegre depois de uma discussão familiar e estava em situação de rua. Há algumas semanas, depois de abordada por equipes de assistência social, mãe e filho foram para um hotel da Prefeitura até serem convencidos a retornar. Eles embarcaram em um ônibus, na última quinta-feira (15), acompanhados pelo prefeito Topázio Neto.

De acordo com o Cadastro Único, 2.287 pessoas viviam em Florianópolis em situação de rua no mês de julho de 2023.Entretanto, este dado não representa a quantidade real de pessoas, já que várias delas não estão cadastradas no serviço e o número flutua com frequência.

 

“Muita gente acha que estamos enxugando gelo, porque à medida que reintegramos essas pessoas de volta, chegam novas. Mas na verdade estamos evitando um iceberg. Imaginem se não tivéssemos feito essas mais de 670 reintegrações”, destacou o prefeito Topázio Neto. Ele deixa claro que o trabalho não é “desovar” pessoas de volta, mas fazer um contato para um acolhimento no destino.

 

Foto: Arquivo/PMF/Divulgação