13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Economia Saúde

Remédios ficarão mais caros a partir de domingo

O reajuste é de até 4,5% pelos fabricantes e foi autorizado pelo conselho da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos.

O reajuste de até 4,5 % busca a reposição da inflação oficial acumulada e foi baseado no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de março de 2023 a fevereiro de 2024. Como o setor farmacêutico é submetido ao controle de preços o aumento depende de uma fórmula elaborada pelo órgão ligado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas deve atingir cerca de 13 mil produtos.

As indústrias farmacêuticas estão autorizadas a reajustar os preços dos medicamentos uma vez por ano para compensar custo de produção acumulado no ano anterior. As empresas têm o prazo de até 15 dias, após a publicação da portaria, para realizar os reajustes.