19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Rio do Sul recebe ajuda para recuperação da cidade após as chuvas; confira

O Governador de Santa Catarina foi até a região para acompanhar o trabalho realizado na cidade

A cidade de Rio do Sul tem trabalhado para a recuperação das enchentes de outubro e das chuvas de novembro, que não deram trégua para a população. O Governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, visitou a região durante o último domingo (19).

A ajuda humanitária foca na entrega de entregas de alimentos, água e colchões para as famílias que estão em abrigos. Essa força-tarefa de ajuda humanitária é coordenada pelo Governo do Estado, com o apoio dos Bombeiros Militares, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Assistência Social, Mulher e Família e as prefeituras.

Em coletiva de imprensa na cidade de Rio do Sul, o governador disse que vai reforçar, junto à Secretaria de Estado da Fazenda, a postergação de impostos para ajudar as empresas. O governador informou ainda que todos os esforços do Estado neste momento são para tirar do papel as obras de desassoreamento e dragagens de rios.

“Nós temos que erguer a cabeça e enfrentar. As famílias já estão limpando tudo para recomeçar a vida e eu como governador já disse aqui que vamos encarar isso. Eu quero fazer o que ninguém conseguiu fazer para mudar essa triste realidade no nosso estado. Dinheiro a gente vai atrás. Com a ajuda dos poderes vamos constituir um fundo permanente e vou conversar com o Governo Federal. Queremos saber o que já veio de recursos e o que virá de fato para as prefeituras”, destacou o governador Jorginho Mello.

Depois de visitar as áreas afetadas de Rio do Sul, o governador esteve ainda em Trombudo Central onde conversou com os moradores e ajudou a entregar de kits humanitários. Além, das aeronaves do Governo do Estado, a Polícia Federal disponibilizou um helicóptero, assim como o Governo do Paraná e de São Paulo.

Acompanharam o governador nessas visitas a secretária de Estado da Assistência Social, Mulher e Família, Maria Helena Zimmermann, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, Fabiano de Souza. e o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper.

O governador e a equipe de Governo ainda passaram por Agrolândia, Rio do Oeste, Agronômica e Taió. Considerando as chuvas registradas desde o dia 14 de novembro até o momento, 67 municípios estão em situação de emergência, sendo nove em estado de calamidade pública: Rio do Sul, Rio do Oeste, Vidal Ramos, Pouso Redondo, Trombudo Central, Agrolândia, Botuverá, São João Batista e Braço do Trombudo.

Fotos: Roberto Zacarias/Secom/Reprodução