23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Bombeiros

Santa Catarina envia cães farejadores para o Rio Grande do Sul

Bombeiros e cães reforçam o efetivo já enviado para o Rio Grande do Sul. Imagem: CBMSC

As equipes saíram na manhã desta terça-feira (07) de Lages

Os primeiros quatro binômios catarinenses, duplas formadas por bombeiro militar e cão de busca, foram deslocados para a região de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, na manhã desta terça-feira (07). O comboio saiu do 5° Batalhão de Bombeiros Militar, em Lages, e foram enviados para atuar em áreas de deslizamentos.

As equipes pertencem aos batalhões de Xanxerê, Rio do Sul, Blumenau e Criciúma, e são certificados para atuar em áreas deslizadas.

O novo efetivo vai complementar o trabalho dos 39 bombeiros militares, integrantes das Forças-Tarefas (FTs) do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), que deslocaram para o território gaúcho na manhã da última segunda-feira (06).

“Essa equipe ficará no Rio Grande do Sul, com previsão inicial de uma semana, quando será rendida por uma nova equipe de binômios”, afirma o coronel Walter Parizotto, presidente da Coordenadoria de Serviço de Busca, Resgate e Salvamento com Cães do CBMSC.

Além de ser o primeiro Estado a enviar efetivo para os atendimentos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina tem hoje a maior equipe de bombeiros militares em atuação no estado gaúcho, entre os corpos de bombeiros de todos país.

Equipes catarinenses vão atuar em áreas de deslizamentos. Imagem: CBMSC

SC é referência no serviço de busca de cães

Em Santa Catarina, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) é referência internacional no serviço especializado de localização de vítimas em desastres que envolvem e busca terrestre, intervenções em áreas deslizadas, busca e resgate em estruturas colapsadas e em salvamento aquático.

“Não existe nenhum equipamento hoje que substitua os cães em operações de busca e salvamento, uma vez que um binômio é capaz de varrer o mesmo espaço territorial que uma equipe de 30 homens no mesmo espaço de tempo”, reforça o coronel.

Além de atuar em Santa Catarina, os binômios catarinenses já foram empregados nas Chuvas 2023 no Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, em Recife, nos deslizamentos de terra 2022 em Petrópolis, no Rio de Janeiro, no rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, dentre outros.

O serviço de busca de cães de SC é referência internacional. Imagem: CBMSC.