14 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Turismo

Santa Catarina tem 20 praias indicadas ao selo Bandeira Azul 2024/2025

Foto: Thiago Flores/ Setur Bombinhas

Júri Nacional aprovou também 5 marinas catarinenses para a temporada; resultado final será divulgado em outubro

Na última quinta-feira (13), o Júri Nacional do Programa Bandeira Azul Brasil se reuniu para selecionar os candidatos à prestigiada premiação para a temporada 2024/2025. Santa Catarina, um dos estados mais destacados na busca pelo selo Bandeira Azul, teve 25 das 49 inscrições aprovadas no Brasil, sendo 20 praias e 5 marinas, aumentando a expectativa de novos reconhecimentos para o estado.

O Bandeira Azul é um prêmio ecológico, voluntário, concedido a praias, marinas e embarcações de turismo. Para se qualificar para o selo, uma série de critérios com foco em gestão ambiental, qualidade da água, educação ambiental, segurança e serviços, turismo sustentável e responsabilidade social devem ser atendidos, mantidos e comprovados anualmente.

 

Entre as novas praias catarinenses que concorrem pela primeira vez estão a Praia Central de Balneário Piçarras e a Praia das Cordas, em Governador Celso Ramos. Além disso, as praias da Bacia da Vovó e da Saudade, em Penha, retornam após terem perdido a bandeira na temporada passada e concorrem novamente à certificação neste ano.

Em Florianópolis, a Lagoa do Peri foi novamente aprovada pelo júri e tem grandes chances de hastear a Bandeira Azul pela 9ª vez. A Praia de Itá, localizada nas margens do Rio Uruguai e que se destacou no ano passado como a primeira praia fluvial do Brasil a receber a Bandeira Azul, também garantiu a aprovação.

Parque-Municipal-da-Lagoa-do-Peri SC – Foto: VisiteFloripa

Na temporada passada, dos 42 locais agraciados, 15 praias e 4 marinas foram de Santa Catarina. Neste ano, foram 20 praias e 5 marinas aprovadas, o que demonstra um crescimento do programa no estado. O resultado final da premiação será divulgado após a reunião do Júri Internacional, em outubro, com a cerimônia de entrega da Bandeira Azul marcada para o dia 1º de novembro.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

Leana Bernardi, coordenadora nacional do programa, ressalta a importância de Santa Catarina no cenário nacional da premiação Bandeira Azul. “Santa Catarina tem se destacado ano após ano pela qualidade de suas praias e marinas. A expansão do programa no estado reforça o compromisso com a conservação ambiental e a excelência turística, tornando a região um destino de referência para turistas”.

Praia de Itá – Foto: Dilvugação/Bandeira Azul

Confira as praias pré-aprovadas

Renovações:

● Praia do Estaleiro, Balneário Camboriú – SC
● Praia do Estaleirinho, Balneário Camboriú – SC
● Praia de Taquaras, Balneário Camboriú – SC
● Praia de Piçarras, Balneário Piçarras – SC
● Praia da Ponta do Jacques, Balneário Piçarras – SC
● Praia de Quatro Ilhas, Bombinhas – SC
● Praia de Mariscal, Bombinhas – SC
● Praia da Conceição, Bombinhas – SC
● Lagoa do Peri, Florianópolis – SC
● Praia Grande, Governador Celso Ramos – SC
● Prainha de Itá, Itá – SC
● Praia da Bacia da Vovó, Penha – SC
● Praia da Saudade, Penha – SC
● Praia Grande, Penha – SC
● Praia do Ervino, São Francisco do Sul – SC
● Praia do Forte, São Francisco do Sul – SC
● Praia Grande, São Francisco do Sul – SC
● Praia da Saudade, São Francisco do Sul – SC

Primeira temporada:

● Praia Central, Balneário Piçarras – SC
● Praia das Cordas, Governador Celso Ramos – SC

Marinas pré-aprovadas:

Renovações:

● Tedesco Marina, Balneário Camboriú – SC
● Iate Clube de Santa Catarina, Florianópolis – SC
● Marina da Conceição, Florianópolis – SC
● Marina Itajaí, Itajaí – SC

Avaliação e composição do Júri Nacional do Programa Bandeira Azul Brasil

Ao todo, são 38 critérios avaliados pelo júri, incluindo qualidade da água, gestão ambiental, segurança, serviços, e educação e informação ambiental. As praias e marinas certificadas precisam comprovar anualmente o cumprimento dos critérios estabelecidos pela Foundation for Environmental Education (FEE), fundação internacional responsável pela promoção do programa.

Neste ano, o Júri Nacional do Programa Bandeira Azul Brasil foi composto por representantes do Ministério do Turismo (MTur), Ministério do Meio Ambiente (MMA), EMBRATUR, Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Instituto Ambientes em Rede (IAR), Associação Náutica Brasileira (ACATMAR), Agência Brasileira de Gerenciamento Costeiro, Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA), e Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA). Anualmente, essas entidades se reúnem para avaliar o cumprimento dos critérios e definir as praias, marinas e embarcações de turismo qualificadas ao prêmio, que serão submetidas ao Júri Internacional.