23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Santa Catarina tem metade dos pontos em praias impróprios para banho

Pontos se concentram do Litoral Norte à Grande Florianópolis

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulga na última sexta-feira (5) o 5º relatório de balneabilidade da temporada 2023-2024. De acordo com as amostras coletadas nos 238 pontos monitorados pelo Instituto no Litoral catarinense, 121 estão com a qualidade da água imprópria para banho. Isso representa 50,8% dos pontos nos 28 municípios litorâneos.

As coletas foram realizadas a partir do dia 2 de janeiro. O mapa de balneabilidade no site do IMA apresenta a situação de cada um dos pontos de coleta com informações atualizadas. As principais cidades com pontos impróprios para banho são São Francisco do Sul, Barra Velha, Penha, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo, Palhoça e Passo de Torres.

Em Florianópolis, dos 87 pontos, 46 estão adequados para banho, o que equivale a 52,87%. Os pontos impróprios se concentram na praia de Canasvieiras, Jurerê, Lagoa da Conceição, Beira-mar Norte e da baía Sul.

 

Frequência das coletas aumentará em 82 pontos

De acordo com o cronograma pré-definido para o mês de janeiro de 2024, a partir desta segunda-feira (8), com o apoio dos órgãos parceiros, o IMA dará início ao aumento da frequência das coletas em 82 pontos definidos pelo Termo de Cooperação entre Órgãos Estaduais.

A primeira coleta da semana será realizada nas segundas e terças em todos os 238 pontos monitorados. Na quarta-feira, ocorrerá a segunda coleta nos 82 pontos distribuídos em Balneário Camboriú (Praia Central), Balneário Piçarras, Bombinhas, Rota Norte Florianópolis, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo. Já na quinta-feira, a 3ª coleta será nos 10 pontos de Balneário Camboriú (Praia Central) e 26 pontos em Florianópolis (Praias da Rota Norte).

 

Metodologia

As amostras são analisadas pelo método fluorogênico, que consiste na quantificação dos coliformes totais e a bactéria Escherichia coli. O ponto é considerado próprio para banho quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas, no mesmo local, houver no máximo 800 E. coli por 100 mililitros. O ponto é considerado impróprio para banho quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas cinco semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 E. coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 E. coli por 100 mililitros.

 

Atenção aos banhistas

O IMA não recomenda o banho de mar nas primeiras 24/48 horas após a ocorrência de chuvas de maior intensidade e nas proximidades de saída de canais ou galerias de águas pluviais, pois as chuvas podem arrastar material contaminado, o que pode deteriorar a qualidade das águas para banho.

 

Foto: Marco Fávero / Secom