29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Educação

São José vai testar novo sistema de segurança na escolas; confira

As medidas foram anunciadas na tarde desta segunda-feira (24) em reunião dos Grupos de Trabalho (GTs) criados para debater a segurança nas unidades de São José

As unidades escolares da rede municipal de São José vão começar a experimentar novas medidas para reforçar a segurança da comunidade escolar, a partir desta terça-feira (25).

O CEM Antônio Francisco Machado (Forquilhão) e o CEI Júlia Francisca dos Santos, em Forquilhinha, serão as primeiras unidades a receber catracas com reconhecimento facial para acesso aos prédios escolares, bem como do monitoramento externo e interno com câmeras, zeladores e monitores.

Engenheiros da empresa responsável pela instalação da tecnologia já estiveram nas duas unidades para fazer o mapeamento das áreas interna e externa. Os aparelhos serão demonstrados na manhã de terça, instalados inicialmente nas duas escolas, para teste, e após o período de análise (15 dias) por equipes das secretarias de Educação e da Administração, serão adquiridos e instalados em todas as unidades.

 

O sistema de catracas com reconhecimento facial e as câmeras de segurança serão apresentados às secretarias de Educação (SME) e de Administração, nesta terça-feira (25), com demonstração no auditório da SME. Se aprovado será iniciado o processo de instalação nas duas unidades que foram definidas como piloto (teste).

Paralelo a essas aquisições, as diretorias de Administração e Finanças e Operacional das secretarias da Educação e da Infraestrutura já iniciam os processos inerentes ao resultado do mapeamento das vulnerabilidades das 64 unidades escolares, entregues pelo GT 1.

Vigilantes

Numa outra frente de ação, a Secretaria de Administração já iniciou processo para contratação de vigilantes para atuar no horário escolar, das 7h às 19h, e o para aquisição de bastões de detecção de metais. O prazo para conclusão destes processos é de no máximo 30 dias. Paralelo a essas aquisições, as diretorias de Administração e Finanças e Operacional das secretarias da Educação e da Infraestrutura atuam para identificar o mapeamento das vulnerabilidades das 64 unidades escolares.

Orientações e treinamento

A secretária Municipal de Educação, Maria Helena Krüger, informou que a pasta continuará com reuniões com pais e/ou responsáveis para repassar as informações e orientações. Que brevemente estarão se reunindo com os presidentes das Associação de Pais e Professores (APPs).

Outra atividade que já está em fase de desenvolvimento, junto à Secretaria de Saúde, é a formatação de um trabalho de orientação e capacitação referente ao cuidado com a saúde metal dos estudantes. Também foi destacado a parceria realizada com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção da de São José, prevendo uma série de palestras nas escolas da rede municipal sobre o perigo de bullying, cyberbullying, assédio moral e sexual, racismo, homofobia, transfobia e outras formas de preconceitos e intolerâncias. O projeto tem como objetivo levar aos alunos, pais e professores noções sobre Direito e Cidadania.

Anjos da Guarda

A comandante da Guarda Municipal de São José, Ane Warmling, durante a reunião com os diretores das escolas, voltou a reforçar o pedido de colaboração dos pais para garantir a segurança na rede municipal de ensino como seguir as regras de segurança e verificar as mochilas dos filhos, além das redes sociais que eles convivem diariamente.

Ane afirmou que a operação “Anjos da Guarda”, com rondas em frentes as escolas, atingiiuo objetivo e que seguirá pela próxima semana, envolvendo mais de 80% do efetivo da Guarda Municipal. “Será uma ação permanente, não haverá retrocesso nestas rondas”.

Foto: Secom/PMSJ/Reprodução

Educação

Educação

Educação

Educação

Educação

Educação