24 de abril de 2024
TV Barriga Verde
Saúde

Santa Catarina pretende abrir 143 novos leitos de UTIs infantis até outubro de...

Desde a publicação do decreto de emergência sobre o número leitos de UTIs, em Santa Catarina, já foram abertos 92 novos leitos de atendimento, sendo 29 de UTI pediátrica, 43 de UTI neonatal e 20 de cuidados intermediários.

De acordo com a Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), nos últimos dias entraram em funcionamento 12 novos leitos de UTI neonatal, sendo cinco no Hospital Regional Deputado Afonso Guizzo, de Araranguá, e sete no Hospital OASE, de Timbó.

Até o início de outubro serão abertos um total de 143 leitos de atendimento infantil em Santa Catarina. Ressaltando que nesta terça-feira (09) não há pacientes infantis aguardando por leitos de UTI no Estado.

Confira o número de novos leitos:

Em funcionamento já são mais 92 leitos:

  • Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, com quatro de UTI neonatal, oito intermediários pediátricos e mais sete leitos de enfermaria;
    Hospital Hélio dos Anjos Ortiz, em Curitibanos, com cinco de UTI neonatal;
    Hospital Pequeno Anjo, em Itajaí, com seis de UTI pediátrica;
    Hospital e Maternidade Jaraguá do Sul, com seis de UTI pediátrica;
    Hospital Seara do Bem, em Lages, com cinco de UTI pediátrica;
    Hospital Infantil Jeser Amarante Faria, em Joinville, com dez de UTI pediátrica;
    Hospital Azambuja, em Brusque, com dez de UTI neonatal e mais dois UTI pediátrica;
    Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul, com quatro de UTI neonatal;
    Hospital Regional Dr. Homero de Miranda Gomes, em São José, cinco intermediários neonatal;
    Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, com cinco de UTI neonatal;
    Hospital Regional Deputado Afonso Guizzo, em Araranguá, com cinco de UTI neonatal;
    Hospital Oase, em Timbó, com dez de UTI neonatal.

Aberturas Previstas para as próximas semanas 51 leitos:

  • Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, dez intermediários pediátricos e 6 leitos de enfermaria;
    Maternidade Carmela Dutra, Florianópolis, três leitos intermediários canguru;
    Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, com dois de UTI neonatal;
    Hospital Regional de São José, São José, com dez de UTI neonatal;
    Hospital Regional Helmuth Nass, em Biguaçu, com dez de UTI neonatal, sendo três de isolamento;
    Hospital Savatoriano, em Videira, com cinco de UTI neonatal e mais cinco de UTI pediátrica.
Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde