24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

SC renova decreto de emergência zoossanitária para gripe aviária

A medida é um método para prevenir a presença de casos no estado

Apesar de ainda não haver registros de casos da doença em Santa Catarina neste ano, na última semana o Governo do Estado renovou o decreto que declara emergência zoossanitária como uma forma preventiva contra a gripe aviária.

Com o decreto que iniciou em janeiro deste ano, é possível regulamentar as ações direcionadas ao enfrentamento preventivo do vírus, levando em consideração a importância da exportação do produto.

A Influenza Aviária H5N1 é uma doença viral que afeta aves silvestres e domésticas, sendo a maioria por meio do contato de aves migratórias com aves de subsistência, produção ou silvestres de uma região. Também pode ser transmitida para humanos e pode ter alto índice de mortalidade.

 

Em 2023, o Brasil detectou o primeiro caso de influenza aviária altamente patogênica, tanto nacionalmente quanto em Santa Catarina, embora não tenha havido registros na produção comercial. Até agora, o país contabiliza 160 casos de gripe aviária, dos quais 157 ocorreram em animais selvagens e três em aves de criação doméstica, conforme os dados da plataforma oficial de monitoramento da doença. Em Santa Catarina, foram identificados 21 casos em 2023, distribuídos entre 20 animais selvagens e uma ave de criação doméstica, sendo o último caso confirmado no estado em 18 de dezembro de 2023.

 

Foto: Banco de imagens