25 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Seis homens são presos por estupro em abrigos no Rio Grande do Sul

Imagem: Divulgação/Brigada Militar do RS

A maior parte dos casos foi praticada por parentes das vítimas, afirmou o governador

Além do trabalho de ajuda humanitária no Rio Grande do Sul, em função do desastre que atingiu o estado, as autoridades estão combatendo inúmeros crimes sexuais em abrigos. Até o momento seis homens foram presos por estupro em estruturas criadas para receber os desabrigados.

Em uma das situações, registrada na última quarta-feira (8), um homem foi detido pelo estupro de uma menina de seis anos em um abrigo em Viamão, a 22 km de Porto Alegre. Informações apontam que a vítima foi resgatada das enchentes e chegou sem familiares no abrigo improvisado em uma chácara. Ao deixar o local, a vítima reencontrou a mãe, reclamou de dores e relatou o estupro.

 

“Nos casos de abusos que foram relatados imediatamente os acusados já foram presos”, destacou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (09). Segundo ele, foi observado que a maioria dos casos envolve familiares das vítimas. “Isso pode demonstrar que os abusos já aconteciam anteriormente e a situação dos abrigos revelou os casos”, comentou o governador..

Policiamento foi reforçado nas áreas alagadas e abrigos. Imagem: Divulgação/Brigada Militar do RS

 

Já o secretário de Segurança do Estado, Sandro Caron de Moraes, comentou que estão focados na questão de segurança dos abrigos. “As forças de segurança estão com atenção redobrada e os que cometerem crimes em abrigos sairão direto para os presídios”, reforçou.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

Ainda durante a coletiva, foi informado que está sendo estudada a criação de abrigos para mulheres crianças e jovens que demandem cuidados e atendimento específico. Para reforçar os cuidados, o Governo do Estado está chamando policiais civis e militares aposentados, pelo “Programa mais Efetivo”, para trabalhar nos abrigos.

Saques e roubos

As vítimas do desastre no Rio Grande do Sul também enfrentam em meio a tragédia saques e roubos. Desde o início da enchente 41 pessoas foram presas por esses crimes em todo o estado.

Durante a coletiva desta quinta (09), o governador Eduardo Leite destacou que o policiamento foi “colocado com força total nas ruas”. “Tivemos uma redução substancial dos problemas de segurança”, disse o governador. O Rio Grande do Sul também está recebendo reforço de policiais de outros estados.