15 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Sem medo, povo de verde e amarelo toma conta da Av. Paulista

Manifestantes vão à Avenida Paulista em manifestação pró-Bolsonaro / Reprodução/Bandnews TV

Não há como não ficar impressionado com a grandiosidade da mobilização na Av. Paulista, em São Paulo, neste domingo (25). Milhares de apoiadores e aliados políticos deram notoriedade à força política e de mobilização que o ex-presidente ainda tem. Conforme informações, o ato ocorreu sem nenhum problema. A intenção, além da notoriedade, Bolsonaro procurou se defender de todas as acusações sofridas e segue tendo densidade popular; se colocou como perseguido, e escolheu não partir para a agressão respeitando as demais instituições, com o espírito da paz. Em suma, uma demonstração da direita acuada, mas ao mesmo tempo que ainda concentra força de mobilização, ao lotar o ponto marcado em São Paulo. Deixou claro, que há por trás de tudo um exército de patriotas apoiando a liderança que o ex-presidente ainda representa. Poucos foram os discursos, até para evitar que alguém usasse alguma fala que pudesse criar algum contratempo, ou seja, muito zelo com as palavras. Por fim, em nenhum momento Bolsonaro citou nomes de ministros do Supremo, e muito menos, do presidente Lula. Muita gente esteve no ato, de forma pacífica e ordeira. O ato foi um grande sucesso, não para mostrar popularidade, pois, se sabe que Bolsonaro tem, mas para dar visibilidade que a democracia precisa ser exercida verdadeiramente.

Missão catarinense aos Emirados Árabes Unidos

Foto: Nathan Neumann / SECOM

Durante uma semana, uma comitiva catarinense participou de uma série de agendas nos Emirados Árabes Unidos, país localizado no Oriente Médio. Foram discutidas parcerias para investimentos que possam melhorar, principalmente, questões relacionadas a áreas como infraestrutura, comércio, segurança e educação entre Santa Catarina e os Emirados Árabes. O grupo formado pelo governador Jorginho Mello, pelo presidente da Alesc, deputado Mauro De Nadal, pelo deputado estadual Antídio Lunelli (MDB), pelo presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, presidente da Acafe, Luciane Ceretta, o senador Jorge Seif, e secretários estaduais, deve retornou à Santa Catarina ainda no sábado. O governador Jorginho Mello, chegou a tempo para participar do ato em São Paulo, ao lado de outras grandes lideranças convidadas pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Vice-governadora cumpre roteiro na Serra e no Oeste

Marilisa Boehm, acompanhou a colheita simbólica da fruta nos pomares experimentais da Epagri / Foto: Ricardo Trida/Secom

A vice-governadora Marilisa Boehem cumpriu bem a interinidade no Governo, na ausência de Jorginho Mello. No sábado, 24, esteve em São Joaquim, onde participou do evento que marcou o início da colheita da maçã. A região é uma das mais promissoras do país na produção da fruta, e espera colher cerca de 400 toneladas. Ao participar simbolicamente na abertura da safra nacional, a governador em exercício destacou que o Estado é um parceiro da agricultura familiar que produz com excelência, não só para o Brasil, mas para o mundo. O evento que aconteceu na Estação Experimental da Epagri e no Parque Nacional da Maçã contou com a presença de produtores da região, parlamentares e convidados. Ainda no sábado, em Xanxerê, esteve na abertura da 20ª edição da ExpoFemi – uma das maiores feiras multissetoriais do Sul do Brasil. O evento voltado ao agronegócio também comemora os 70 anos do município de Xanxerê. A feira que vai até o dia 3 de março reúne expositores de diversos lugares e segmentos.

Presidente da França em Itajaí?

Foto: Ricardo Stukert / PR / Agência Brasil

Muito confusa a notícia de que o presidente da França, Emmanuel Macron, ao vir ao Brasil, a convite de Lula, virá também à Itajaí (SC). A similaridade com o nome da cidade de Itaguaí (RJ), é que está gerando a boataria, da estada em Santa Catarina. Além disso, nada foi oficializado. Portanto, a informação não procede. Caso tudo se confirmasse seria um momento histórico para Itajaí e Santa Catarina. Segundo as fontes do Itamaraty, Macron deverá visitar mesmo a cidade de Itaguaí, no Rio de Janeiro, entre os dias 26 e 28 de março, onde existe um moderno projeto naval desenvolvido pelo Brasil. Macron também irá participar da COP25, em Belém, e deverá cumprir outras agendas em Brasília e São Paulo.