29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Economia

Semana Santa: preço de pescados variam 175,38% em peixarias de Florianópolis

Grandes diferenças foram encontradas em pesquisa do Procon Municipal no Mercado Público

Um levantamento feito pelo Procon de Florianópolis comparou o preço de 13 pescados vendidos em 14 estabelecimentos do Mercado Público da capital catarinense, nesta quinta-feira (6). Segundo tradição católica, na sexta-feira que precede a Páscoa não se come carne vermelha, o que aumenta a procura por carnes de peixe e de frango, além de cardápios vegetarianos e veganos. Veja tabela abaixo.

Na pesquisa, foram comparados os preços de peixes, ostras, carne de siri, camarão, lula e marisco. O item que apresentou maior diferença entre os estabelecimentos foi o bacalhau, vendido a R$65,00 em um local e a R$179,00 em outro, apresentando discrepância de 175,38%. Em segundo lugar apareceu a lula, que foi encontrada por R$30,00 em uma das peixarias e por R$60,00 em outros três estabelecimentos, indicando diferença de 100%.

Com a alta procura por pescados nesta época do ano entre os consumidores da região, a tainha também foi encontrada com uma diferença acentuada de preço, tendo seu quilo vendido por R$14,99 em um local e por R$25,00 em outro, apresentando uma discrepância de 66,78%.

 

Além dos produtos analisados com preços mais altos, os fiscais do Procon também encontraram mercadorias com um valor menor, como os camarões com casca, que estão sendo vendidos por R$28,00 em um estabelecimento e por R$30,00 em outro, tendo uma variação de 7,14% de diferença.

Confira valores totais da pesquisa

Fotos: PMF / Divulgação

Economia

Economia

Economia

Economia

Economia

Economia