27 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Demanda será suprida com novos investimentos nos sistema elétrico de SC

Ao lançar o que denomina de maior investimento da história no sistema elétrico catarinense, o governo de Santa Catarina e a Celesc, estão certos no que dizem. O Estado está carente neste quesito. Serão investidos R$4,5 bilhões até 2026. A maior parte dos recursos, R$ 3,5 bilhões será utilizada na construção de novas subestações. O restante, R$ 1 bilhão, será investido em projetos estratégicos. Não tem como tirar o mérito deste anúncio. Ao ser trabalhada a oferta de energia, os benefícios chegam rápido e comtemplam todos os segmentos, desde as áreas residências às grandes indústrias. (Foto: Ricardo Trida / Secom)

Corredor Elétrico

Sem dúvida, neste mesmo Plano de Investimentos da Celesc, o lançamento da 3ª etapa do Corredor Elétrico Catarinense, com investimento aproximado de R$ 6 milhões, promove uma das maiores necessidades para quem tem ou quer utilizar o carro elétrico. A construção de 10 estações de recarga, em pontos estratégicos, em todas as regiões do Estado, irá suprir uma demanda que andava até então esquecida, sem falar do desestímulo à utilização do modelo de transporte movido à eletricidade. Muito embora, Santa Catarina tenha cerca de 1,5 mil quilômetros com estações de recarga, a nova estrutura será muito bem-vinda. Nesta nova etapa do projeto, deverão ser instaladas outras 8 estações de recarga semirrápida e duas estações ultrarrápidas, com previsão de que a recarga de 80% do veículo dure apenas 15 minutos. Um grande avanço.

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas