23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Submarino desaparecido tem entre 70 e 96 horas de oxigênio de emergência

Autoridades americanas e canadenses expandem área de busca pelo submersível
que sumiu no domingo (18); cinco pessoas estão a bordo

A Guarda Costeira dos Estados Unidos e o Exército do Canadá mantêm esforço concentrado em busca da capsula submersível que faz passeios turísticos nos destroços do Titanic. Nesta terça-feira (20), as autoridades expandiram as buscas para águas profundas.

A embarcação, que desapareceu no último domingo (18), foi projetada para ter uma reserva entre 70 e 96 horas de oxigênio de emergência, de acordo com o contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA, John Mauger.

Cinco pessoas estão a bordo da capsula, que pertence a OceanGate Expeditions. A exploração custa U$ 250 mil por pessoas, cerca de R$ 1,2 milhão, e começou em 2021.

 

O escritor e produtor de TV norte-americana, Mike Reiss, que foi à expedição, disse à BBC que é preciso assinar um papel reconhecendo o risco de morte durante a viagem.

Segundo a empresa, o submersível Titan é o único capaz de levar até cinco pessoas a profundidades de até quatro mil metros.

De acordo com o The Guardian, dentre os passageiros estão Paul Henry Nargeolet, ex-comandante da marinha francesa, mergulhador profundo e piloto de submersível, e Stockton Rush, presidente executivo e fundador da OceanGate Expeditions.

Outro tripulante seria Hamish Harding, que possui três recordes mundiais do Guiness, incluindo a maior duração em profundidade do oceano em um navio tripulado.

Fonte: Band
Foto: OceanGate Expeditions / Reprodução