26 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Tom Zé: “Minha geração está morrendo. Um dia Gal, outro Rita. Um horror”

Cantor lamentou a morte de Rita Lee e de tantos ícones da música brasileira nos últimos meses

Lenda da música brasileira e um dos grandes parceiros de Rita Lee, Tom Zé lamentou a morte de Rita Lee em entrevista à BandNews FM — a cantora faleceu na noite da última segunda-feira (8) na sua residência, em São Paulo, aos 75 anos de idade. Amigo de Rita, Tom Zé desabafou sobre a perda de grandes ícones da sua geração.

“Tem coisas que são muito sensíveis. O Brasil perde em matéria de pensamento, inteligência, criatividade, aquilo que o coração produz. A Rita tinha humor, que tudo parecia brincadeira e era trabalho sério. Ela me chamava de parceiro do futuro. É um sentimento de tristeza. Minha geração está toda morrendo, um dia é Gal, outro dia é Rita. Um horror”, disse Tom.

O cantor ainda relembrou quando Rita Lee gravou a música 2001, de sua autoria. Tom Zé teria escrito a letra anos antes, e foi surpreendido pela gravação de Rita.

 

“Um dia eu cheguei com essa música ‘2001’, tentei fazer com Caetano [Veloso] e não conseguimos, e muito tempo depois, Guilherme Araújo jogou uma fita em cima da mesa e eu não sabia que Rita tinha feito a minha música”, contou.

Fonte: BandNews FM
Foto: Reprodução

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano