19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

Traçado curto e poucas curvas determinam estratégias no GP da Áustria da F1

Para diretor da Pirelli, pneus não descansam no asfalto do Red Bull Ring

Com 4,138 km, a pista do próximo Grande Prêmio da Fórmula 1 na temporada 2023 é considerada curta. Do calendário atual, o Red Bull Ring, da Áustria, é mais longo apenas que Monte Carlo (Mônaco), que tem 3,337 km por volta. Confira o vídeo abaixo.

E com apenas dez curvas, o GP registra tempos de volta baixos. Em 2022, por exemplo, Max Verstappen (Red Bull) fez a pole position com a marca de 1:04.984. Por esse motivo, a Pirelli, fornecedora oficial de pneus da Fórmula 1, está atenta às características da prova.

“O Red Bull Ring é um circuito onde os pneus não descansam. Os carros percorrem as 10 curvas da pista em um tempo de volta de pouco mais de um minuto, e as poucas retas significam que há pouco alívio para os pneus”, afirmou Mario Isola, diretor de motorsport da Pirelli.

 

A tração do circuito é considerada baixa, mas a abrasividade do asfalto merece especial atenção. Para oferecer alternativas aos pilotos, a fabricante separou os três pneus mais macios da gama da F1 para o fim de semana: o C3 (branco, duro), o C4 (amarelo, médio) e o C5 (vermelho, macio).

“O asfalto tem uma micro e macro rugosidade bastante altas, devido à idade da superfície, enquanto a aderência é alta especialmente no primeiro setor. A tração e a frenagem são elementos chave, com especial atenção à gestão do aquecimento dos pneus”, disse Isola.

“Os pilotos que não resfriarem os pneus adequadamente podem ter dificuldade para se defender dos ataques dos rivais, especialmente no primeiro e no último setores. Um fator importante para isso será a temperatura ambiente, com condições climáticas tradicionalmente um pouco variáveis”, completou.

Como a corrida principal no domingo (2) tem previsão de 71 voltas, a tendência é que as equipes apostem em duas paradas. Mas é possível que a estratégia de uma parada também seja adotada.

“A corrida do ano passado foi em grande parte realizada com duas paradas, usando os compostos médios e duros. Mas a estratégia de uma parada também pode ser uma opção este ano, se a degradação não for muito alta”, explica o dirigente da Pirelli.

Veja mais no Jogo Aberto

Fonte: Band
Foto: Red Bull Ring / Divulgação