27 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

UFC 288 coloca dois brasileiros no caminho para a disputa de cinturão

Gilbert Durinho e Jessica Bate-Estaca já lutaram duas vezes neste ano e estão entre os melhores de cada categoria

Gilbert Durinho e Jessica Bate-Estaca mostraram muita disposição para lutar em 2023: ambos já subiram no octógono duas vezes em 4 meses. Agora eles podem ser premiados por essa dedicação. Ambos participarão do UFC 288, neste sábado (6), e estão perto de lutar pelo cinturão. Uma vitória deve render o “title shot” para ambos.

Durinho é quem está em melhor situação: Venceu as duas lutas em 2023, contra Neil Magny e Jorge Masvidal. Chegou na 5ª posição do ranking dos meio-médios e vai enfrentar o 4º colocado, Belal Muhammad.

Se Durinho vencer, provavelmente ficará em primeiro lugar na fila para enfrentar o vencedor da luta entre o campeão Leon Edwards e o 2º lugar do ranking, Colby Covington. Esse combate não tem data definida, mas vai acontecer, segundo o chefão do UFC, Dana White.

 

Já Jessica teve uma vitória e uma derrota em 2023. Derrotou Lauren Murphy e perdeu para Erin Blanchfield.

Agora Bate-Estaca vai enfrentar a chinesa Xiaonan Yan no peso palha, categoria na qual está em 4º lugar do ranking e já foi campeã. Se vencer, pode lutar pelo cinturão novamente, ainda neste ano, contra Zhang Weili.

Outros brasileiros

No card principal haverá outro brasileiro, Kron Gracie, único membro da tradicional família Gracie a lutar no UFC atualmente. Ele enfrentará Charles Jourdain.

No card preliminar haverá uma luta entre duas brasileiras: Marina Rodriguez, 5ª colocada no ranking do peso palha, enfrentará Virna Jandiroba, 9ª colocada.

E no começo do card preliminar, em lutas que serão transmitidas no Band.com.br, mais dois brasileiros subirão no octógono: Claudio Ribeiro enfrentará o americano Joseph Holmes; e Rafael Estevam vai encarar Zhalgas Zhumagulov.

Fonte: Band
Foto: Divulgação

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes