21 de abril de 2024
TV Barriga Verde
Fátima Guimarães

Um conjunto de palestras que conta a história da fotografia

Encontros virtuais

O Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC) está com inscrições abertas para uma série de quatro palestras sobre Fotografia de Moda, proferidas pelo professor Sérgio Sakakibara. Os encontros virtuais serão gratuitos e ocorrerão às quartas-feiras, das 8h30 às 10h30, nos dias 3, 10, 17 e 24 de abril.

O conjunto de palestras abordará a história da fotografia de moda em suas várias vertentes e usos, os principais fotógrafos da área e suas práticas, os meios de circulação da imagem, a situação atual, perspectivas. O público-alvo é preferencialmente de profissionais e estudantes de Moda e Fotografia.

As inscrições podem ser feitas, até esgotarem as vagas, por meio do formulário online. A falta em qualquer palestra implica o cancelamento da participação nas subsequentes, sem direito a certificado. Serão oferecidas 100 vagas com seleção de alunos por ordem de inscrição e currículo.


Sala de cinema

O Festival Inflamável chega à sua terceira edição, com o patrocínio do Prêmio Catarinense de Cinema, Fundação Catarinense de Cultura, Governo de Santa Catarina e apoio do Museu de Florianópolis – Sérgio Grando. O evento acontecerá de 4 a 7 de abril de 2024 na sala de cinema Gilberto Gerlach no Centro Integrado de Cultura (CIC) e no espaço expositivo do MIS-SC, ambos em Florianópolis.

Na programação do último dia do Festival será exibida uma sessão em homenagem a Celso dos Santos, produtor, professor, cineasta e criador do FAM-Festival de Audiovisual do Mercosul, recentemente falecido.

O Duo Strangloscope, composto pelos cineastas radicados em Florianópolis Cláudia Cárdenas e Rafael Schlichting, assinam o projeto artístico e curadoria do Festival Inflamável, e Maria Emília Azevedo a direção executiva numa produção da Dois Plátanos e co-produção da Câmera Olho Filmes. Trata-se de uma iniciativa única no Estado de Santa Catarina, pois é o único festival catarinense de cinema com projeção de filmes em Super 8 e em 16mm. Os formatos analógico-fotoquímicos, que por grande parte das pessoas parecem ter sido extinguidos, voltam com força total em produções de cinema do mundo inteiro.


Ambientália

Tem lançamento de livro nesta quinta-feira (4). Trata-se do livro Ambientália, a terceira obra de poesias do escritor Alvaro Wandelli Filho. Esta é uma promoção da Fundação Cultural Badesc, que durante o evento gratuito, que inicia a partir das 19h, será realizada uma homenagem para o autor que faleceu em casa, onde fazia tratamento oncológico paliativo, no dia 17 de março de 2024.

Após ser habilitado como advogado pela OAB/SC, Alvaro desempenhou atividades na comarca de Florianópolis, fez concurso na magistratura e como juiz de Direito percorreu com a família seis cidades catarinenses entre os anos de 1967 e 1988. Em 1992, foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Estado. Ao se aposentar, no final de 2000, foram contabilizados 50 acórdãos publicados em livro pelo Tribunal de Justiça, muitos dos quais são considerados exemplos de literatura jurídica.

A vinda para Florianópolis despertou em Alvaro o lado poético, pois foi nessa época que escreveu e dedicou muitos poemas para a amada Ondina Doin Vieira, para o poeta Cruz e Sousa e para personalidades que admirava. Foi colaborador em prosa e verso para o suplemento literário de O Estado e em 1961 venceu o concurso literário promovido pela Academia Catarinense de Letras com uma monografia sobre a vida e obra de Cruz e Sousa e ao longo dos anos colaborou com poemas em diversas publicações.

Na recepção do evento, o Coral da Associação dos Magistrados Catarinenses (ACM), regido pela maestrina Melina Figueiredo Alves de Arruda, vai cantar algumas músicas em homenagem ao autor. E durante o lançamento, serão apresentados vídeos com poemas de Ambientália produzidos pela cineasta e documentarista Claudia Aguiyrre.

A Fundação Cultural BADESC fica na Rua Visconde de Ouro Preto, 216, no Centro de Florianópolis. Texto colaboração Juliano Zanotelli Jornalista.


Albert Einstein em Criciúma

Turistas e escolas prestigiam o Parque Municipal Albert Einstein E=mc² em Criciúma. O Parque que foi inaugurado no dia 6 de janeiro de 2023, no Morro Cechinel. Visitação todos os dias, das 9h às 21h, com entrada gratuita, tendo também serviço pago. O local possui elementos que estimulam a criatividade e o estudo da ciência: área para observação do céu a olho nu, relógio do sol, esfera armilar, telescópios, sala maker, laboratórios, área de exposição de rochas, fósseis e meteoritos e planetário digital, um dos mais modernos do Brasil.

O parque recebeu o nome em homenagem à famosa fórmula da Teoria da Relatividade Geral, do físico alemão Albert Einstein. O planetário digital, que possui uma cúpula construída em alusão a Marte, o Planeta Vermelho, tem capacidade para acomodar, em suas sessões sobre o ambiente espacial, até 65 pessoas.

A estrutura conta, também, com pinturas de Isaac Newton, Johannes Kepler, Edwin Hubble, Galileu Galilei e Stephen Hawking, além de estátuas, confeccionadas em tamanho real, do astrônomo e matemático polonês Nicolau Copérnico e do engenheiro aeroespacial norte-americano Neil Armstrong, o primeiro ser humano a pisar na Lua.

Fátima Guimarães

Fátima Guimarães

Fátima Guimarães

Fátima Guimarães

Fátima Guimarães

Fátima Guimarães