23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Turismo

Aeroportos de Santa Catarina registram aumento de 19% na entrada de passageiros

1.393.430 passageiros chegaram aos aeroportos catarinenses entre janeiro e maio deste ano

Os primeiros cinco meses de 2023 foram marcados por um crescimento de 19% na taxa de entrada de passageiros pelos aeroportos de Santa Catarina, em relação ao mesmo período de 2022. Segundo dados do Almanach, sistema de inteligência turística da Secretaria do Turismo de Santa Catarina (Setur), de janeiro a maio 1.393.430 passageiros chegaram pelos aeroportos catarinenses. Em 2022, o mesmo período registrou 1.169.994.

Os aeroportos de Florianópolis (716.518), Navegantes (457.147), Chapecó (111.482) e Joinville (84.099) foram as principais portas de entrada dos visitantes ao estado. E os viajantes que mais desembarcaram por aqui foram de voos de São Paulo (488.601), Guarulhos (393.831), Campinas (224.906) e Rio de Janeiro (148.712).

Movimentação nos aeroportos por mês

O mês que registrou maior número de entradas de passageiros por meio de transporte aéreo foi em janeiro com 317.474. Fevereiro acumulou 241.124, março, 286.591, abril, 278.050 e maio 270.191.

 

Crescimentoeroportuário

A expectativa do governador Jorginho Mello, é de que esse percentual continue crescendo. “Com a Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias estamos trabalhando para levantar e sanar os principais gargalos nesses equipamentos, além de regionalizar nossa aviação. Vamos conseguir alavancar ainda mais esses números”, destacou o governador.

“Já estamos com sete aeroportos em obras e com mais de R$ 25 milhões aplicados em melhorias. Os investimentos vão ser muito importantes e determinantes para que este crescimento possa permanecer ao longo do tempo”, reforça o secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins.

“Esses números vêm ao encontro dos trabalhos que estamos realizando desde o início do ano, em conjunto com outras secretarias. Além do nosso verão, queremos criar novas rotas e expandir a demanda turística para todo o ano. É um trabalho contínuo entre destinos e companhias aéreas. Então, há um grande planejamento, principalmente, com nossos eventos. Temos uma estrutura que favorece o turismo e estamos otimistas, podemos aumentar ainda mais os números de viajantes qualificados para a nossa região”, enfatizou o secretário do turismo, Evandro Neiva.

Articulação para voos regionais

Governo e deputados estaduais de Santa Catarina vêm se articulando para aumentar a oferta de voos dentro do estado, como alternativa à rotas extensas e exaustivas de serem cumpridas por meio terrestre. No dia 14 de junho, por exemplo, uma reunião na Assembleia Legislativa (Alesc) discutiu essa possibilidade de ampliação com a Azul Linhas Aéreas. Estiveram presentes deputados membros da bancada do Oeste e os secretários das secretarias da Fazenda e de Portos, Aeroportos e Ferrovias, além do diretor empresa aérea, César Grandolfo.

Na época, segundo o coordenador da Bancada, deputado Marcos Vieira (PSDB), indicou outras reuniões também com representantes da Latam e da Gol, em negociações para ampliar as ofertas de voos dentro do estado.

A estratégia do governo para incentivar as companhias aéreas a ampliar as ofertas de voos em Santa Catarina tem como base a redução de ICMS sobre combustíveis. Atualmente, a taxa é de 7% para empresas que atendem seis ou mais cidades no Estado. Contudo, quaisquer negociações de redução de ICMS devem passar por aprovação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

“Precisamos discutir como vamos reformular esse escalonamento, oferecendo redução do ICMS baseada no número de aeroportos atendidos. A empresa que atender menos aeroportos teria uma redução menor do ICMS e gradualmente quem tivesse operações em mais aeroportos teria uma redução maior. Os estados vizinhos do Paraná e do Rio Grande do Sul já têm políticas neste sentido, chegando a taxas de 2% e 4%, respectivamente”, afirmou o secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins.

Foto: Marco Favero / Secom