20 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cláudio Prisco

André Vechi, atual prefeito de Brusque, domina primeira pesquisa eleitoral

11 de junho de 2024

Em Brusque, desde o início de 2024, partidos políticos têm buscado novas alianças. Inclusive, figuras importantes da política local mudaram de sigla. Alguns destes nomes já se colocaram à disposição e outros já lançaram suas pré-candidaturas para a principal cadeira do Poder Executivo.

Para lançar luz sobre o cenário político atual de Brusque, o Portal Visão Liberal, por meio do Estúdio Seven7 Digital, contratou a empresa de pesquisas Síntese Pesquisa e Assessoria LTDA.

Entre os dias 13 e 15 de maio, foram realizadas 502 entrevistas em diversos horários na cidade de Brusque. A pesquisa quantitativa, de abordagem direta, teve seu questionário elaborado e estruturado pela Síntese Pesquisa e Assessoria, com supervisão e treinamento adequados.

Sobre a pesquisa

O levantamento buscou medir a intenção de voto dos eleitores de Brusque para o cargo de prefeito, tanto de forma espontânea quanto estimulada. Neste último formato, foram apresentados nomes de possíveis candidatos, simulando dois cenários: um com Ciro Roza (PSD) e Cedenir Simon (PT), e outro com João Martins (PSD) e Paulo Eccel (PT). Os demais candidatos permanecem os mesmos.

Cenário 1:
Se a eleição fosse hoje e esses fossem os candidatos, em quem você votaria para prefeito de Brusque?

André Vechi (46,81%), Não sabe/Não opinou (25,90%), Ciro Roza (18,92%), Cedenir Simon (3,19%), Danilo Visconti (3,19%), Nik Imhof (1,59%) e Branco/Nulo (0,40%).

Rejeição:
Se a eleição fosse hoje e esses fossem os candidatos, em quem você não votaria para prefeito de Brusque?

Não sabe/Não opinou (34,46%), Ciro Roza (24,50%), Cedenir Simon (16,93%), André Vechi (11,16%), Nik Imhof (6,57%) e Danilo Visconti (6,37%).

Cenário 2:
Se a eleição fosse hoje e esses fossem os candidatos, em quem você votaria para prefeito de Brusque?

André Vechi (50,60%), Não sabe/Não opinou (24,90%), Paulo Eccel (15,14%), João Martins (3,39%), Danilo Visconti (2,99%), Nik Imhof (2,59%), Branco/Nulo (0,40%).

Rejeição:
Se a eleição fosse hoje e esses fossem os candidatos, em quem você não votaria para prefeito de Brusque?

Não sabe/Não opinou (36,08%), Paulo Eccel (33,27%), André Vechi (9,96%), Nik Imhof (8,37%), Danilo Visconti (8,17%) e João Martins (4,18%).

Novos pré-candidatos enfrentam rejeição superior à intenção de voto

A pesquisa revela que os novos pré-candidatos como Danilo Visconti (DC), Nik Imhof (MDB), João Martins (PSD) e Cedenir Simon (PT) enfrentam um cenário difícil, com níveis de rejeição superiores à intenção de voto. Isso sugere que, apesar de sua presença no cenário político, ainda não conseguiram conquistar a confiança e o apoio necessários dos eleitores.

No primeiro cenário, Danilo Visconti tem 3,19% de intenção de voto e 6,37% de rejeição. Nik Imhof possui 1,59% de intenção de voto e 6,57% de rejeição, enquanto Cedenir Simon tem 3,19% de intenção de voto e 16,93% de rejeição.

No segundo cenário, João Martins apresenta 3,39% de intenção de voto e 4,18% de rejeição. Danilo Visconti tem 2,99% de intenção de voto e 8,17% de rejeição, enquanto Nik Imhof tem 2,59% de intenção de voto e 8,37% de rejeição.

A alta rejeição pode estar relacionada a fatores como falta de visibilidade, experiências anteriores negativas ou resistência a novos nomes. É crucial que esses pré-candidatos compreendam as causas dessa rejeição e adotem estratégias para revertê-la, como aumentar o engajamento com a comunidade, apresentar propostas claras e viáveis e fortalecer suas pré-campanhas.

Avaliação do governo atual

Os resultados da pesquisa indicam uma grande aprovação da gestão do prefeito André Vechi (PL) entre os moradores de Brusque. Com 9,36% dos entrevistados avaliando sua administração como “ótima” e 36,45% como “boa”, Vechi conta com um significativo apoio popular. A aprovação de 45,81% reflete a percepção positiva de suas políticas e ações.

Quando questionados especificamente sobre a aprovação ou desaprovação da administração, quase metade dos entrevistados (49,20%) expressaram aprovação, enquanto apenas 9,96% desaprovaram a gestão. A neutralidade de 40,84% dos entrevistados sugere que há potencial para aumentar ainda mais o apoio popular, especialmente se a administração focar nas áreas de melhoria apontadas pelos cidadãos.

Esses dados mostram uma perspectiva otimista para a gestão de André Vechi. A alta aprovação atual, junto com a neutralidade de uma parte significativa da população, indica um terreno fértil para consolidar e ampliar esse apoio. Se o governo continuar a atender às demandas da população, como melhorias em infraestrutura, saúde, transporte coletivo e prevenção de enchentes, é provável que veja um aumento na aprovação popular.

A administração de Vechi, ao manter um diálogo aberto com os cidadãos e implementar melhorias tangíveis, pode transformar as avaliações regulares em positivas, solidificando ainda mais sua posição política e garantindo um legado de eficiência e responsabilidade no governo municipal.

Áreas de melhoria em Brusque

A pesquisa também investigou as necessidades de melhorias nos bairros de Brusque. A maioria dos entrevistados (18,13%) destacou a necessidade de mais programas de pavimentação de ruas e calçadas. A melhoria do transporte coletivo (15,54%) também foi mencionada com frequência. Outras áreas citadas incluem infraestrutura (8,17%), saúde (6,57%), ações para prevenção de enchentes (4,18%) e trânsito (3,78%).

A pesquisa realizada pelo Portal Visão Liberal, em parceria com a Síntese Pesquisa e Assessoria LTDA, oferece uma visão detalhada das intenções de voto dos eleitores de Brusque e da percepção da população sobre o governo atual. Os resultados mostram uma liderança consolidada de André Vechi nas intenções de voto, bem como áreas prioritárias de melhoria apontadas pelos moradores. Essas informações são essenciais para fortalecer o processo democrático e orientar as futuras estratégias políticas dos candidatos.

Imagem: Reprodução Blog Prisco