24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Crianças de 6 meses a 12 anos podem se vacinar contra a gripe

Foto: Ricardo Wolffenbüttel/SECOM

Ampliação da faixa etária passa a atender grupo com alta incidência de internações

A vacina contra a gripe está liberada para aplicação em crianças de até 12 anos de idade em Santa Catarina a partir desta segunda-feira (29). A ampliação da faixa etária ocorre por conta da antecipação da circulação dos vírus respiratórios no estado e do aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados por vírus influenza em crianças dessa faixa etária.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), 80% das internações de SRAG por influenza estão nas faixas etárias de 0 a 12 anos e acima de 60 anos. Até então, a recomendação do Ministério da Saúde para a campanha de vacinação contra a gripe era de atender crianças de 6 meses a 5 anos de idade.

 

A ampliação da faixa etária atende a um pedido feito pela secretária Carmen Zanotto ao Ministério da Saúde na última quarta-feira (24). “A Secretaria de Estado da Saúde, através da nossa equipe de Vigilância Epidemiológica, está orientando os municípios que, por ventura, tenham vacinas da gripe nos seus estoques, que ampliam a faixa etária a partir desta segunda-feira. Com isso, a gente vai imunizar nossas crianças mais rapidamente e reduzir os internamentos hospitalares”, reforça a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

Com a ampliação, a vacina contra a gripe passa a ser liberada para todas as crianças com idade entre 6 meses a 12 anos de idade. A aplicação de doses nas pessoas dos demais grupos prioritários como idosos com 60 anos ou mais, pessoas com comorbidades e deficiência permanente, trabalhadores da saúde, professores, entre outros, permanece sem alteração.

Até o momento, segundo o painel de doses aplicadas do MS, Santa Catarina está com uma cobertura vacinal de 29,90%.

A vacina oferecida na rede pública de saúde previne os principais vírus influenza presentes no Brasil, que são o influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e o vírus influenza B. No entanto, a proteção só ocorre de duas a três semanas após a aplicação da dose, por isso a SES alerta para a importância de se vacinar o quanto antes para evitar casos graves, hospitalizações e mortes por gripe. Importante ressaltar que crianças que vão receber a vacina pela primeira vez devem tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

Para aquelas que também estão na faixa etária para aplicação da vacina contra a dengue, que é de 10 a 14 anos, o intervalo recomendado entre as doses da gripe e da dengue deve ser de 24 horas.