23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Dentista é condenado por importunação sexual contra meninas e tráfico de drogas

Homem responde também pelo crime de armazenar pornografia infantil

Um dentista que atuava em um município na região Norte de Santa Catarina foi condenado a 14 anos e três meses de prisão, em regime inicial fechado, pela prática de importunação sexual contra meninas menores de 14 anos, por três vezes. A decisão partiu do juízo da 2ª Vara da comarca de Balneário Piçarras.

A condenação do homem também abrange os crimes de armazenamento de pornografia infantil e tráfico de drogas. Além da prisão, a condenação também cobra o pagamento de 430 dias/multa.

De acordo com o processo, as vítimas apresentaram relatos idênticos na denúncia. Todas elas relataram terem sido abordadas pelo dentista de dentro de seu veículo, que parava meninas aleatoriamente nas ruas da cidade. Enquanto conversava, quando as vítimas menos percebiam, ele as acariciava nas partes íntimas. As acusações foram confirmadas com imagens de circuitos de segurança que flagraram as agressões e foram anexadas aos autos.

 

Em sua defesa, ainda na fase de investigação, o réu afirmou que há três anos foi diagnosticado com um quadro depressivo. A partir de então, passou a consumir drogas que lhe causavam constante insônia. Neste período, contou ele, ingressou no mundo virtual da pornografia infantil.

O dentista também afirmou que, já na faculdade, as drogas faziam parte de seu cotidiano, o que o levou a estreitar relações com traficantes da região e assim começou a repassar narcóticos para pessoas próximas.

O réu já foi detido no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí e ainda pode recorrer da decisão da justiça. O processo tramita em segredo de justiça.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil