23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Empresário de Lages vira alvo da PF por ligação com organização criminosa

Foto: PF/Divulgação

Corretor de valores estaria ligado a organização que atuava com pirâmide financeira

Um empresário de Lages, na Serra catarinense, tornou-se alvo nesta terça-feira (11) de uma operação da Polícia Federal por supostas ligações com uma organização criminosa que opera de forma ilegal com instituições financeiras e agentes no mercado de capitais, sem autorização ou registro no Banco Central e na Comissão de Valores Mobiliários.

A Operação “Comércio Oculto” investiga os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e crimes contra o sistema financeiro nacional, dentre eles, fazer operar instituição financeira sem autorização, oferta irregular de valor mobiliário, exercício ilegal de assessoria de investimento.

 

A ação é um desmembramento da Operação “Ouranós”, deflagrada pela PF em novembro de 2023, que investigou uma organização criminosa com estrutura semelhante à pirâmide financeira e resultou em 12 medidas cautelares de prisão.

De acordo com as investigações, há indícios de que empresas investigadas na Ouranós tenham contratado um  corretor de valores para captar clientes e realizar investimentos em valores mobiliários com o pagamento de juros mensais acima do padrão de mercado. Somente em cidades da Serra, o agente investigado já teria captado mais de R$ 10 milhões sem autorização legal.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

Na operação de hoje, a PF cumpre um mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Federal, em endereço residencial e comercial do agente investigado em Lages. Se condenado, o investigado poderá pegar até 12 anos de prisão.