23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Encontro de startups lideradas por mulheres da Fapesc terá abertura com vice-governadora

Marilisa Boehm e diretora da Fapesc, Valeska Tratsk, definiram detalhes de seminário do Programa Mulheres+Tec 1

O Seminário Final do Programa Mulheres+Tec 1 apresenta, nesta quarta-feira (21), os resultados obtidos por startups catarinenses sob lideranças femininas. O evento terá a abertura oficial com a presença da governadora de Santa Catarina em exercício, Marilisa Boehm. No mesmo encontro, serão anunciados novos editais de chamada pública para fomento de projetos voltados a ações de pesquisa e inovação coordenadas por mulheres.

O Mulheres+Tec é um programa da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapesc). Na primeira edição, 25 mulheres receberam até R$ 60 mil para fomentar o desenvolvimento de produtos, serviços ou processos. Os projetos contemplam ações nas áreas de nanotecnologia aplicada à saúde e à agricultura; transição energética; crédito de carbono; resíduos e recursos hídricos, além das cadeias produtivas de leite; têxtil; papel e celulose, e também áreas como desenvolvimento pessoal, empreendedorismo materno, saúde e bem-estar, entre outros.

A governadora em exercício recebeu na tarde dessa segunda-feira (19) a diretora de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) da Fapesc, Valeska Tratsk. Marilisa reforçou o compromisso do governo com iniciativas para estimular a economia e a geração de empregos na inovação e na tecnologia. “O governador Jorginho Mello e eu temos a missão de melhorar a vida da população. E para garantir isso, o estado investe em ações educacionais e profissionalizantes em muitas áreas de conhecimento. Uma delas é no setor de tecnologia, onde Santa Catarina já é referência nacional”, disse a vice-governadora.

 

A diretora de CTI da Fapesc afirmou que o seminário final vai demonstrar o retorno que o fomento às startups lideradas por mulheres está trazendo para Santa Catarina. “Dessa forma poderemos avaliar se os recursos fomentados geraram os resultados esperados, como, por exemplo, o desenvolvimento de produtos ou processos de base tecnológica, o lançamento de novidades ao mercado, como o depósito de patente, registro de marca e de propriedade intelectual”, afirmou a diretora.

Um dos projetos do Mulheres+Tec 1 é a startup Favero Consultoria e Treinamento. Liderada pela empreendedora Caroline Favero Kalvelage, a proposta idealiza um sistema de diagnóstico comportamental. “Foi a possibilidade de realizar o que era apenas um sonho. A possibilidade de escalar, de quebrar barreiras, de transpassar fronteiras”, definiu a empreendedora do Vale do Itajaí.

Editais de R$ 5 milhões

Além do seminário final da primeira edição do Mulheres+Tec, o evento de quarta-feira, no auditório do Sebrae-SC, será uma prévia do lançamento de mais dois editais exclusivos para projetos com coordenação feminina. No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, serão oficializados o Mulheres+Tec 3 e o Mulheres+Pesquisa 1. O governo do estado vai investir até R$ 5 milhões em projetos, sendo R$ 2,4 milhões para tecnologia e inovação e R$ 2,6 milhões para pesquisa.

 

Foto: Caroline Costa/Fapesc