20 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Estabelecimentos são autuados por preços abusivos de água durante tragédia no RS

Por Band.com.br | Foto: REUTERS/Adriano Machado

Galão de água chegou a ser vendido por R$ 80 em alguns comércios

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) fiscalizou, desde o dia 4 de maio, ao menos 315 denúncias de estabelecimentos que estariam comercializando produtos com preços abusivos durante a maior enchente da história do estado. Entre eles, 65 foram autuados em Porto Alegre e na região metropolitana.

A maioria das autuações ocorreu em mercados e postos de gasolina. A força-tarefa do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) também fiscalizou farmácias, empresas de caminhão pipa e revendas de gás e água. Em alguns lugares, o galão de 20 litros estava sendo vendido a R$ 80.

 

“Percebemos que o consumidor precisa ter um canal rápido para denunciar quando se depara com um produto comercializado acima do preço, ainda mais nesse momento de crise”, disse o promotor de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho.

> Número de mortos no Rio Grande do Sul chega a 157
> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

As reclamações chegaram por meio do canal criado pelo MP (o e-mail precoabusivo@mprs.mp.br) para que os consumidores pudessem relatar casos de aumentos ocorridos depois da tragédia. O endereço já recebeu 680 denúncias.