15 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Economia

Gasolina está mais cara em Florianópolis, aponta monitoramento do Procon

Levantamento dos valores da Gasolina Comum e Aditivada, Etanol, GNV e Diesel ocorreu entre 4 e 5 de dezembro

O Procon de Florianópolis divulgou nesta quinta-feira (7) a última pesquisa de preços de postos de combustíveis do ano realizada na Capital. Efetuado entre a última segunda e terça-feira (4 e 5), o monitoramento identificou um aumento no valor médio de venda da Gasolina Comum e Aditivada, e GNV (Gás Natural Veicular).

  • A Gasolina Comum, que em novembro era encontrada com o valor médio de R$5,78, em dezembro apresentou um aumento de R$0,06, alcançando R$5,84;
  • A Gasolina Aditivada subiu R$0,05, de R$5,93 para R$5,98;
  • O GNV, o valor médio apresentou a alteração de R$0,01, passando de R$5,05 para R$5,06;
  • O valor médio do Etanol se manteve em R$4,37;
  • O Diesel caiu R$0,06, indo de R$6,39 para R$6,33.

O monitoramento, que foi iniciado em maio, demonstrou que os preços de venda dos combustíveis estavam em queda no último mês (novembro) e agora estão apresentando um aumento no valor médio de venda.

 

“Estamos realizando esse levantamento há oito meses e agora podemos observar o movimento que os preços dos combustíveis fizeram neste ano e compreendê-los melhor”, conta o diretor do Procon Municipal, Alexandre Farias Luz.

O secretário de Governo da Prefeitura da Capital, Fábio Botelho, diz que este tipo de ação, realizada pelo órgão fiscalizador, busca, de forma transparente, mostrar ao consumidor os locais que vendem combustível mais barato e seguro. “Em 2024 a pesquisa continuará, pois nossa missão é ajudar a população a consumir de forma consciente e econômica”.

 

Comparações por mês

O Procon Municipal, a pedido da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), iniciou em maio a primeira fase de monitoramento de precificação de combustíveis na Capital. A operação chamada de “Mutirão do Preço Justo” teve como objetivo verificar os valores aplicados na comercialização final da gasolina e do diesel, após o ajuste no valor dos produtos feito pela Petrobras.

Maio e junho

  • Gasolina Comum: R$5,56;
  • Gasolina Aditivada: R$5,69;
  • Diesel: R$5,64.

 

Julho

Em julho, no terceiro mês de monitoramento, os fiscais do órgão começaram também a analisar os valores de outros combustíveis: o GNV e o Etanol.

  • Gasolina Comum: R$5,85;
  • Gasolina Aditivada: R$5,98;
  • Diesel: R$5,45;
  • Etanol: R$4,71;
  • GNV: R$5,09.

 

Agosto

  • Gasolina Comum: R$5,64;
  • Gasolina Aditivada: R$5,78;
  • Diesel: R$5,33;
  • Etanol: R$4,61;
  • GNV: R$5,05.

 

Setembro

  • Gasolina Comum: R$5,92;
  • Gasolina Aditivada: R$6,05;
  • Diesel: R$6,18;
  • Etanol: R$4,51;
  • GNV: R$5,05.

 

Outubro

  • Gasolina Comum: R$6,07;
  • Gasolina Aditivada: R$6,21;
  • Diesel: R$6,35;
  • Etanol: R$4,55;
  • GNV: R$5,03.

 

Novembro

  • Gasolina Comum: R$5,78;
  • Gasolina Aditivada: R$5,93;
  • Diesel: R$6,39;
  • Etanol: R$4,37;
  • GNV: R$5,05.

 

Dezembro

  • Gasolina Comum: R$5,84;
  • Gasolina Aditivada: R$5,98;
  • Diesel: R$6,33;
  • Etanol: R$4,37;
  • GNV: R$5,06.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil