24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Lesões causadas por águas-vivas aumentam 817% em relação ao ano passado

Bandeira lilás no posto de guarda-vidas alertam para a presença no animal na água

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina divulgou nesta terça-feira (26) o primeiro boletim da temporada da Operação Veraneio, que iniciou no último dia 16, com o objetivo de garantir a segurança dos banhistas nas praias do estado. Entre os dados, coletados até essa segunda-feira (25), está um aumento surpreendente nos casos de lesões causadas por águas-vivas: 817%.

Segundo os boletim, nestes 10 primeiros dias, foram 917 ocorrências de lesões, em comparação a 100 no mesmo período do ano passado.

Os Bombeiros destacam que é fundamental verificar se há a bandeira lilás no posto de guarda-vidas antes de entrar no mar, pois ela indica a presença das águas-vivas no local. Em caso de ferimentos por águas-vivas deve ser colocado vinagre no local. A população poderá procurar os postos de guarda-vidas, pois os profissionais possuem vinagre para este primeiro atendimento.

 

Mais pessoas salvas

Ainda segundo o boletim divulgado nesta terça-feira, mais pessoas foram salvas em relação ao mesmo período da última temporada! Foram 221 pessoas resgatadas nesta edição, enquanto na última temporada (22/23) foram 209.

Houve também um aumento em cerca de 90% nas atividades de prevenção dos Bombeiros. Nesta edição da Operação Veraneio, são 1.142.990 ações preventivas, enquanto na última temporada (22/23) foram 603.749.

 

Afogamentos

Os primeiros 10 dias da Operação Veraneio 23/24 registraram um caso de afogamento em água salgada e um em água doce, em comparação a dois em mar e outros dois em rio no mesmo período no ano passado.

Nenhum dos casos deste ano ocorreu em área com cobertura de guarda-vidas. As estatísticas mostram que a média de idade das vítimas é 14 anos, na sua maioria do sexo masculino.

Em áreas privativas, foram três casos de afogamento entre os dias 16 e 25 de dezembro deste ano, em comparação a apenas um no ano passado.

 

Foto: Divulgação/Pixbay