24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Mais de mil pessoas foram salvas de afogamentos no litoral catarinense

CBMSC aponta redução de 40% no número de óbitos por afogamento em áreas guarnecidas

Desde o dia 16 de dezembro de 2023, período em que começou a temporada da Operação Veraneio 2023/2024, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) já salvou 1.097 pessoas que estavam em situação de risco, seja por arrastamento em correntes de retorno ou afogamentos no litoral catarinense. Segundo a corporação, todas essas pessoas corriam risco de vida.

O CBMSC informa que é possível saber as condições do mar no local por meio das bandeiras nos postos guarda-vidas. As bandeiras retangulares são fixadas nos postos e têm significados diferentes de acordo com a cor.

  • 🟥 Vermelha: alto risco de afogamento
  • 🟨 Amarela: médio risco de afogamento
  • 🟩 Verde: baixo risco de afogamento
  • 🟪 Lilás: presença de água-viva

🚩 Há ainda a sinalização com bandeira triangular vermelha na faixa de areia, que indica que aquele local específico é perigoso e que há uma corrente de retorno ou buraco.

Além disso, diariamente são realizadas ações de prevenção direta em todas as 155 praias, dos 35 municípios catarinenses que estão com postos ativos. Solicitar que um banhista se afaste de um local de risco, apitar indicando que os banhistas saiam de local com corrente de retorno ou entrar na água para abordar uma pessoa que esteja em uma profundidade que apresente risco são alguns dos exemplos das orientações que são passadas diariamente as pessoas que frequentam as praias do litoral catarinense.

Em menos de um mês o CBMSC realizou, em todo estado, 4,7 milhões de ações de prevenção que envolvem, além da sinalização nos postos e na faixa de areia, as rondas na faixa de areia e em áreas de costões, abordagem e orientação de banhistas e até mesmo a excursões que estejam chegando a praia para lazer. Há ainda a abordagem e orientação a banhistas que já estão na água e entrega de pulseirinhas de identificação a famílias que necessitem.

“Nossas equipes atuam diariamente com prevenção e, sempre que necessário, com salvamento, mas a principal orientação segue sendo que as pessoas procurem se banhar próximo aos postos guarda-vidas, pois além de ser mais seguro, torna o atendimento ainda mais eficaz”, afirma o comandante da 1° Região Bombeiro Militar, coronel Aldrin de Souza. “O senso de auto prevenção e a consciência de que mesmo que seja baixo, o risco sempre existe, são outros fatores fundamentais”, reforça o coronel

 

Número de óbitos

Dados do CBMSC apontam que, em relação ao mesmo período na temporada anterior, houve uma redução de 40% no número de óbitos por afogamento em área guarnecida, o que reforça a orientação do comandante. Nesta temporada 2023/2024, foram 3 óbitos, enquanto na anterior foram registrados 5. Em todo estado são 430 postos ativos em 155 praias de 35 municípios.

Entretanto, no total, o número de óbitos no mar e em rios se iguala ao da temporada 2022/2023: foram 13 em água salgada e 9 em água doce na temporada passada, em comparação a 11 em água salgada e 11 em água doce na temporada atual. Nos afogamentos em área privativa, o número dá um salto: de 3 para 8 da temporada passada para esta.

 

Foto: Milena Cauduro/CBMSC