21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cláudio Prisco

Os possíveis desdobramentos políticos após a prisão de Ed Pereira

29 de maio de 2024

O ex-vereador e ex-secretário de Turismo de Florianópolis, Ed Pereira (União Brasil – foto), foi preso no âmbito da Operação Presságio, da Polícia Civil de Santa Catarina, que investiga supostos crimes ambientais, organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção.

Ed Pereira foi candidato a deputado federal, em 2022, na Chapa Bora Trabalhar, que trouxe Gean Loureiro (ex-prefeito da Capital), filiado ao União Brasil; e Eron Giordanni, do PSD, como candidatos a governador e a vice. Terminaram em quarto lugar.

As expectativas dos desdobramentos políticos da prisão após a detenção de Ed giram em torno de especulações a respeito de dois possíveis cenários.

No primeiro, imagina-se que Ed Pereira é a ponta de um iceberg, ou seja, que possa haver outros nomes de peso supostamente envolvidos. Uma delação premiada a essa altura do campeonato poderia arquivar biografias em vida.

Mas, de concreto até agora, é que não há nada mais aprofundado contra outros possíveis envolvidos. Pelo menos esse é o cenário oficial no qual as investigações têm trabalhado até onde se sabe.

O fato é que essas circunstâncias tendem afastar o prefeito Topázio Neto de Gean Loureiro e de Júlio Garcia. De quebra, afastar o alcaide do União Brasil e do PSD e aproximá-lo ainda mais de Jorginho Mello e do PL.

Imagem: Reprodução.