16 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Policial militar é condenado por envolvimento com esquema de jogo do bicho

Caso ocorreu em Itapema, no Litoral Norte

Um policial militar de Itapema, no Litoral Norte de Santa Catarina, foi condenado pelo crime de associação ao jogo do bicho. A decisão foi confirmada pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina no início de dezembro. Segundo informações do TJSC, Leandro dos Santos Navroski utilizava sua posição na Polícia Militar para acessar o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) e repassar informações confidenciais ao comparsa que administrava uma banca.

A investigação do caso apurou que, em junho de 2020, o policial começou a trocar mensagens com um homem envolvido no esquema do jogo do bicho, um jogo de azar ilegal no Brasil que pode resultar em prisão e multa pela prática.

O comparsa enviava os nomes completos dos apostadores e o policial abria o sistema da polícia para repassar informações pessoais como placa e modelo dos carros, CPF, CNPJ e até mesmo endereço. Ainda segundo o processo, em novembro de 2020, Leandro utilizou uma viatura para ir até uma banca e retirou uma máquina usada para registrar apostas.

 

Além de pegar para uso próprio e não como apreensão, o PM deixou também de apreender outros materiais que serviam de suporte às atividades ilícitas envolvidas no esquema. Pouco tempo depois, dois outros policiais foram até a banca e foram informados de que o outro policial teria levado a máquina. Os agentes pediram imagens das câmeras de segurança e identificaram o colega.

Leandro foi condenado a três anos e seis meses de prisão em regime aberto e um ano e seis meses de reclusão pelos crimes de peculato, violação de sigilo funcional e prevaricação.

 

Foto: Agência Brasil