19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Presidente da Alesc com o grupo do Comseg na missão em Medellín

A viagem do Comitê de Operações Integradas de Segurança Escolar (Comseg Escolar), a Medellín, na Colômbia, demonstra a grande preocupação do grupo, em conhecer ações que ampliam a segurança nas escolas, que possam servir de exemplo, para, assim, aplicar em Santa Catarina. Em Medellín, o grupo liderado pelo coordenador, o deputado Mauro de Nadal (MDB), conheceram o trabalho integrado, aliado à tecnologia, nos setores de educação, cultura e justiça, e que deram certo nas comunidades de Medellín, com a drástica redução da violência e mais aproximação das famílias. Os integrantes do Comseg, em poucos dias, cumpriram uma extensa agenda nas comunidades, escolas e centros de atenção às famílias, entre outros locais. Por certo, trarão na bagagem, uma multiplicidade de ideias que poderão sim, ser implementadas no Estado. Foto: Luis Guilherme Sella/Alesc

Experiências deverão ter prática em SC

Foto: Luis Guilherme Sella/Alesc

Todo o esforço é válido, para criar nas escolas de Santa Catarina e nas próprias comunidades, um novo ambiente, e que transmita mais segurança. O que se viu nas escolas, e que chamou atenção, foi a integração de professores, pais e alunos. O movimento interno, permite contato constante entre a escola e a família, especialmente quando acontece alguma coisa fora do normal. Há também, muito diálogo entre professores e alunos. Enfim, o pessoal do Comseg, ao voltar, terá muito o que relatar, e, principalmente compilar as ideias e pôr em prática, mesmo que leve tempo. O importante é implementar a exemplificação vista em Medellín.

Ponticelli pode voltar à prisão

Ex-prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, pode voltar à prisão – Foto: Ascom Tubarão

Bastante complicada a vida o ex-prefeito de Tubarão Joares Ponticelli, que pode perder a liberdade novamente. Esta semana, a Coordenadoria de Recursos Criminais do Ministério Público pediu para que o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) peça novamente a prisão preventiva dele. Ponticelli é um dos acusados na Operação Mensageiro de envolvimento no esquema criminoso e de corrupção na coleta de lixo. O retorno à prisão tem como justificativa, possíveis interferências no processo, no exercício da liberdade. Em situação parecida, o Ministério Público também protocolou recurso especial pedindo que seja revisto o relaxamento da prisão preventiva do ex-secretário de Administração, de Lages, Antonio Arruda. Na justificativa, a falta de motivos para responder o processo em liberdade. Não há previsão de desdobramento sobre o referido recurso. Enquanto isso, o ex-prefeito de Itapoá, no Litoral Norte, terá de devolver cerca de R$1,2 milhão. Preso na Operação Mensageiro, ele confessou ter sido favorecido com dinheiro de propina, após ter firmado termo de delação premiada com o MPSC.

Ação pequena, mas de relevância social

O deputado é coordenador da Frente Parlamentar de Proteção Animal na Alesc

O deputado Marcius Machado, ao lado de uma protetora de animais, está organizando uma feira de adoção de animais, no Centro de Lages, no próximo sábado, 29. A ação faz parte de uma grande mobilização em prol da proteção animal. O deputado é coordenador da Frente Parlamentar de Proteção Animal. A ajuda do deputado acontece em boa hora, pois, a protetora atua no resgate de animais há mais de 10 anos, e sozinha, atualmente, cuida de 30 animais. Ela precisa e muito de apoio para sustentar os cães e comprar remédios. O registro demonstra que um deputado, pode ir muito além de apenas cuidar de relacionamentos na vida política.