13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Tecnologia

Santa Catarina utiliza tecnologia de ponta para mapear florestas tropicais

Fotos: FlorestaSC

Os dados coletados são considerados uns dos mais precisos da América do Sul

Santa Catarina tem destaque em análise de dados através de tecnologia de satélite para o mapeamento detalhado de florestas tropicais. Sob o programa FlorestaSC, uma iniciativa apoiada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e da Economia Verde (Semae), o estado tem alcançado muitos resultados na identificação e monitoramento da biodiversidade vegetal.

Com mais de 50 mil coletas até o momento, o FlorestaSC já catalogou 3.329 espécies vegetais em Santa Catarina. Esses dados, considerados alguns dos mais precisos da América do Sul, são fundamentais para o entendimento dos processos ecológicos, padrões de biodiversidade e impactos das mudanças climáticas nas florestas.

De acordo com o professor Alexander Christian Vibrans, que coordena o programa pela Universidade Regional de Blumenau (FURB), entidade encarregada da sua implementação, os dados obtidos pelo FlorestaSC têm sido aproveitados por mais de 100 instituições de ensino superior no Brasil e no exterior. Essas informações não apenas orientam o desenvolvimento de políticas públicas, mas também exercem influência significativa sobre as práticas de manejo adotadas por produtores rurais, com o propósito de preservar os ecossistemas.

O monitoramento das florestas é realizado por meio de satélites de alta tecnologia, que captam dados com alta resolução, e equipes em campo, responsáveis pela coleta de amostras vegetais. O material coletado é processado e armazenado no Herbário da FURB, uma biblioteca digital da biodiversidade de plantas de Santa Catarina.

Para aprimorar ainda mais as capacidades de monitoramento, o programa adquiriu recentemente novos equipamentos, incluindo um drone com sensores multiespectrais e LiDAR, além de um espectrofotômetro portátil. Esses investimentos, fruto de parcerias entre a Semae, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a FURB, fortalecem a capacidade do estado de gerar dados precisos e atualizados sobre suas florestas tropicais.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão