13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Ocorrência

6 barragens com risco de ruptura iminente no RS

Barragens, em Cotiporã, está em estado de emergência e já sofreu ruptura parcial há três dias

As medições mais recentes sobre a situação das barragens no Rio Grande do Sul indicam que seis reservatórios estão em situação de emergência, ou seja, o risco de rompimento é iminente. Os dados parciais foram divulgados na manhã deste domingo (5) pelo governo gaúcho.

Duas das barragens são monitoradas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Operador Nacional do Sistema (ONS), enquanto as demais são de responsabilidade da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema). Veja mais detalhes abaixo:

Barragens em nível de emergência

UHE 14 de Julho, em Cotiporã e Bento Gonçalves, rompida parcialmente há três dias (Aneel e ONS);

 

PCH Salto Forqueta, em São José do Herval/Putinga (Aneel e NOS);

Barragem de São Miguel, em Bento Gonçalves (Sema);

Barragem SDR, em Eldorado do Sul (Sema);

Barragem Saturnino de Brito, em São Martinho da Serra (Sema); e

Barragem do Arroio Barracão, em Bento Gonçalves (Sema).

Nível de alerta e atenção

Outras cinco barragens estão em nível de alerta, quando as anomalias representam risco à segurança da estrutura. O estado ainda tem sete em nível de atenção, quando a infraestrutura não está comprometida a curto prazo, mas exige monitoramento ou reparos.

Imagem: Diego Vara/Reuters

Informaçõess band.com.br