14 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Oito suspeitos de participação em atentado em Blumenau são alvos de operação

Fotos: PCSC/Divulgação

Vítima era ex-secretário do município

Oito suspeitos de estarem envolvidos em um atentado contra o ex-secretário de Gestão Governamental de Blumenau, Michael Maiochi, foram alvos de uma operação deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (19).

A residência de Maiochi foi alvo de disparos de arma de fogo e o político sofreu ameaças por meio de mensagens no WhatsApp em fevereiro deste ano. Segundo a Polícia, os suspeitos denegriam a imagem do então secretário com acusações de atos de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito durante sua gestão, e ainda prometeram lhe causar mal grave e injusto, o que acabou ocorrendo naquele mês de fevereiro.

A “Operação Publicis” cumpriu 15 mandados de busca e apreensão nas cidades de Blumenau, Indaial, Timbó e Pomerode. Até o momento, foi apreendida a motocicleta utilizada pelos autores dos disparos, duas armas de fogo, R$ 4 mil em dinheiro e ainda colhidos diversos documentos e aparelhos celulares que serão analisados e periciados.

A operação é fruto de quatro meses de investigação que resultou na identificação dos oito suspeitos, entre eles um ex-servidor comissionado do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), exonerado em dezembro de 2023. As apreensões têm como objetivo angariar outras provas que corroborem com as investigações em andamento.

Ainda segundo a Polícia Civil, até então não foi possível esclarecer qual a verdadeira motivação para as ameaças e disparos contra Maiochi. Em sua oitiva, o ex-secretário, que deixou o cargo pouco tempo após o atentado, afirmou que o caso está relacionado a sua atuação firme com os prestadores de serviço, que envolveu aplicações de multas e rescisão de contratos.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

A operação policial contou com o apoio de 36 policiais civis da Divisão de Investigação Criminal – DIC de Blumenau, da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos – DRFR, da DTCA, do NINT, da DPCo de Indaial, Pomerode, Ascurra e Timbó.