17 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

O que dizer da visita de Jair Bolsonaro em Santa Catarina?

Em Santa Catarina, ou em qualquer lugar, a recepção a ele é sempre a mesma. Multidões se aglomeram por onde quer que passe. É uma idolatria? Sim e não! Entendo que está nele uma parte do eleitorado que se identifica aos preceitos que ele apregoa, como liberdade e união da família, entre tantos outros que convergem para a moralidade social. Uma constatação simples, aos olhos de quem consegue ver a importância disso tudo, em detrimento ao que hoje está acontece no Brasil. Em meio às pessoas que o cercavam, sempre que podia, dava atenção aos pedidos de selfie e apertos de mão. (Foto: web – Alessandra Rosa)

Encontro com pré-candidatos às prefeituras

No tocante à programação, a significância política traduz muito bem o objetivo: eleger o máximo possível seus representantes do PL. O almoço no Top Gun Floripa, em São José, cerca de 150 pré-candidatos às prefeituras ouviram atentamente o recado. Bolsonaro destacou a necessidade do empenho de cada um, exatamente na defesa dos valores apregoados por ele, para a conservação, em especial, da família. Com ele, estiveram inúmeras outras lideranças, a caso do governador Jorginho Mello, que transmitiu basicamente os mesmos preceitos, além da vice, Marilisa Boehem, e vários deputados federais e estaduais. Na saída, escoltado por motociclistas, pegou o rumo à Camboriú, visando participar do Congresso Internacional de Missões, os Gideões. Em resumo, as urnas agora vão dizer quanto foi ou não importante a passagem dele no Estado, e o encontro com os pré-candidatos a prefeito.

Ricardo Guidi em conversa particular

Os pré-candidatos talvez não tenham outra oportunidade para o registro da imagem ao lado do ex-presidente, assim como praticamente todos os pré-candidatos. Cito o exemplo do pré-candidato a prefeito de Criciúma que esteve nesta terça-feira, 23, com o ex-presidente e aproveitou para falar sobre a eleição municipal em Criciúma. Ao lado do governador Jorginho Mello, Bolsonaro afirmou apoio a Guidi e confirmou visita na cidade. Conforme o representante do PL em Criciúma, Bolsonaro tem a admiração e o carinho do povo brasileiro e ter ele ao nosso lado fortalece muito o projeto para eleger o máximo de prefeitos pelo partido. O ex-presidente Bolsonaro falou da importância das eleições municipais e reforçou o apoio aos pré-candidatos do PL. “É assim que faremos um país melhor para nossos filhos e, não tenho dúvida, que em Criciúma Guidi fará uma grande gestão”, disse Bolsonaro.

Hospital Regional de Chapecó: pauta encaminhada

Foto: Bruno Collaço / Agência AL

Trouxe o assunto em postagem anterior, sobre reunião com a Secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, na manhã desta terça-feira (23), com a Bancada do Oeste. Na ocasião, Carmen apresentou uma perspectiva de futuro para o HRO, confirmando que o Estado vai se responsabilizar pela gestão do hospital por 12 meses, mas a administração segue com a Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira. Também foi contratada uma consultoria para ajudar na meta de redução de dívidas e na ampliação do atendimento. O próximo passo, agora, é fazer um planejamento estratégico que vai estabelecer, na prática, o que o hospital precisa fazer para melhorar a gestão e garantir a redução das despesas, além de ampliar a capacidade de atendimento e serviços.

Problemas

Os problemas com o Hospital Regional do Oeste vêm se acumulando ao longo de anos. A administração pede mais recursos, enquanto o Governo do Estado defende que os valores pagos já são suficientes. Enquanto isso, faltam médicos e serviços para garantir o atendimento de pacientes de 130 municípios da região.

Greve dos professores

Governo aguarda fim da paralisação para retomar negociações com grevistas da Educação / Foto: Ricardo Trida / SECOM

O Governo do Estado, através do secretário de Estado da Administração, Vânio Boing, se manifestou a respeito da greve dos professores. Em coletiva à imprensa, nesta terça-feira (23), ele afirmou que o Governo está disposto a retomar as negociações com os profissionais da Educação que declararam greve assim que as atividades forem retomadas normalmente nas escolas estaduais. Ainda na manhã de terça, para dar prosseguimento às conversas, o secretário recebeu os líderes da categoria, que optaram por seguir convocando os servidores para a paralisação.

Parte das reivindicações atendidas

O Secretário Boing explicou que, das quatro reivindicações feitas pelos servidores, três já foram atendidas final de 2023, quando o Governo do Estado anunciou o maior concurso da história da Educação de Santa Catarina, aumentou o valor do vale-alimentação e iniciou a redução progressiva para encerrar a cobrança de 14% na previdência dos aposentados. A principal reivindicação, contudo, seria a descompactação do plano de cargos e salários. Enfim, o primeiro grande problema de uma categoria, a dos professores, a ser resolvido.