23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, morre aos 51 anos, anuncia grupo

Por Band.com.br | Foto: Reprodução/Band

Cantor com mais de 30 anos de carreira no pagode enfrentava câncer inguinal

Anderson Leonardo, vocalista do grupo de pagode Molejo, morreu nesta sexta-feira (26) aos 51 anos. A informação foi confirmada pela banda nas redes sociais. Ele deixa os quatro filhos, Leozinho Bradock, Alessa Crystine, Rafael Pehlipe e Alice, além dos milhões de fãs. O cantor enfrentava um câncer inguinal, na região da virilha, que atingiu os testículos em 2022.

Nos últimos meses, Anderson Leonardo teve uma piora no quadro de saúde. Em março, o cantor foi internado na UTI no Hospital Unimed-Rio para tratar uma insuficiência renal. Ele recebeu alta, mas voltou a ser internado no começo de abril para o tratamento de imunoterapia. O quadro piorou e ele retornou à UTI.

 

“Nosso guerreiro Anderson Leonardo lutou bravamente, mas infelizmente foi vencido pelo câncer, mas será sempre lembrado por toda família, amigos e sua imensa legião de fãs, por sua genialidade, força e pelo amor aos palcos e ao Molejo. Sua presença e alegria era uma luz que iluminava a vida de todos ao seu redor, e sua falta será profundamente sentida e jamais esquecida, nós te amamos”, diz a publicação do grupo no Instagram.

Carreira de Anderson do Molejo

Nascido no Rio de Janeiro, Anderson Leonardo ficou conhecido como ‘do Molejo’ nos anos 90, quando estourou nas paradas de sucesso com o grupo criado em 1988. A banda se tornou referência, com hits memoráveis como “Caçamba”, “Brincadeira de Criança”, “Dança da Vassoura”, “Cilada”, entre outros.

Com 14 álbuns gravados e mais de 30 anos de carreira, o grupo, ao lado de Anderson, conquistou o sucesso e marcou o público. Em 2016, retornou às paradas com memes e comparações com Lady Gaga (após o lançamento de “Perfect Ilusion”, que se assemelha a “Cilada”).

Além do sucesso, Anderson Leonardo teve a carreira marcada por polêmicas. O cantor foi acusado de assédio pela ex-Banheira do Gugu Solange Gomes. A assessoria jurídica dele negou e tomou medidas contra ela.

Já em 2021, o cantor foi acusado de estupro por um jovem de 21 anos, em um hotel na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Anderson negou o abuso e disse ter tido relações sexuais consensuais com o bailarino e MC Maylon. Em depoimento, citou que não houve crime e até cogitou entrar em processo e pedir indenização ao MC, alegando que perdeu contratos e oportunidades devido à polêmica.