25 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Municípios catarinenses afetados por enchentes recebem liberação de novas unidades habitacionais

Foto: Defesa Civil

Sete municípios contemplados em Santa Catarina

Na última terça-feira (09), o Ministério das Cidades anunciou a liberação de 277 unidades habitacionais destinadas a sete municípios de Santa Catarina que foram severamente afetados pelas cheias ocorridas em outubro de 2023.

As unidades habitacionais, parte do programa Minha Casa Minha Vida, serão distribuídas entre os municípios de Taió e Trombudo Central, que receberão 50 unidades cada; Braço do Trombudo e Lontras, com 48 unidades cada; Rio do Sul com 40 unidades; Blumenau com 32 unidades; e São João Batista com 9 unidades.

 

O ministro Jader Filho, juntamente com o Deputado Federal Carlos Chiodini (MDB), oficializou a assinatura da portaria que viabiliza a alocação das moradias. Chiodini, que desempenhou papel crucial na articulação para a liberação dos recursos, destacou que esta é a primeira leva de unidades habitacionais destinadas às cidades afetadas pelas cheias.

As moradias integram o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) Calamidade, uma modalidade específica de financiamento habitacional voltada para famílias que residem em áreas de alto risco, visando proporcionar condições dignas e seguras de habitação e prevenir futuras tragédias decorrentes de desastres naturais.

>Confira mais sobre os impactos das enchentes de 2023 em Santa Catarina

Além do Ministro Jader Filho e do Deputado Carlos Chiodini, o evento contou com a presença de autoridades municipais, incluindo o Prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt; o Prefeito de São João Batista, Pedro Alfredo Ramos (Pedroca); o Secretário de Assistência Social de Rio do Sul, Ricardo Pinheiro; e o Prefeito de Braço do Trombudo, Nildo Melmestet.