23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Obras do MultiHospital no antigo aeroporto de Florianópolis recebem visita do governador

Estrutura atenderá procedimentos de baixa e média complexidade e casos de violência de gênero

A obra que vai abrigar o MultiHospital, onde funcionava o antigo Aeroporto de Florianópolis, recebeu a visita do governador Jorginho Mello e da secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto nessa quinta-feira (28). Eles foram recebidos pelo prefeito da Capital, Topázio Neto, responsável pela reformulação do espaço que deve abrigar uma estrutura de atendimento de saúde à população.

O local vai ser o primeiro hospital municipal de Florianópolis e deve ter parceria com o Governo do Estado. A estimativa é de que sejam feitos mil atendimentos por dia e 500 cirurgias eletivas por mês. Serão procedimentos de baixa e média complexidade (como ortopédicas, de hérnia, vasectomia, entre outras), consultas especializadas e exames diagnósticos (endoscopia, colonoscopia, tomografia, por exemplo).

“Vai atender com qualidade as pessoas de toda essa região aqui, e o Estado claro que é parceiro para ajudar a manter a qualidade de atendimento e aliviar os hospitais próximos com as especialidades que aqui vão ter. As pessoas vão ter qualidade e rapidez no atendimento. E nós vamos estar juntos para fazer com que tudo aqui realmente funcione”, disse o governador Jorginho Mello.

 

“Aqui também nós vamos fazer as cirurgias de hospital Dia, que são procedimentos da área da oftalmologia, otorrino e cirurgias gerais de pequeno porte. Com isso, as salas de cirurgias dos nossos hospitais da Grande Florianópolis poderão estar fazendo as cirurgias mais complexas. E o Estado vai, dentro da tabela Santa Catarina, financiar 100% dos procedimentos cirúrgicos que aqui forem realizados”, explicou a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

O Complexo também vai contar com atendimento em saúde mental disponível 24 horas por dia, inclusive com estrutura de internação; Centro Oftalmológico e Ótica Pública, além de uma Unidade de Pronto Atendimento.

“Essa visita para nós é muito importante e sei que o governador, pelo trabalho que ele tem feito pelo Estado inteiro, melhorando cada vez mais as questões de saúde, conhecer a nossa estrutura e ver ao vivo tudo que nós estamos construindo aqui, a possibilidade de a gente retirar das filas hospitalares cirurgias de baixa e média complexidade, de trazer pra uma estrutura como essa, a gente faz duas coisas: desafoga as filas dos hospitais do Governo do Estado e dá à população agilidade para fazer pequenas cirurgias”, disse o prefeito Topázio Neto.

Atendimento à Mulher

O Governo do Estado também vai estar presente no espaço com a Polícia Civil em um local exclusivo de acolhimento e proteção integral para as mulheres e crianças de até 14 anos vítimas de violência. O centro foi idealizado pela prefeitura da Capital e a PCSC em parceria com organizações não governamentais e
especialistas em violência de gênero, com o objetivo de oferecer uma abordagem multidisciplinar para o atendimento às vítimas.

“Nós vamos ter a sala Lilás Sul, que é um braço da DPCami (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) para fazer com que as vítimas que residem aqui ou que queiram acolhimento ou uma medida protetiva não precisem se deslocar até o bairro Trindade para ser atendida. Então é um trabalho diferenciado assim como ocorre no Norte da Ilha em que nós temos uma sala Lilás Norte”, afirma a diretora de Polícia Civil da Grande Florianópolis, Michele Correia Ribeiro.

 

Foto: Roberto Zacarias/Secom