24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Polícia Civil alcança marca histórica de 80% dos homicídios elucidados

Foto: Divulgação / PCSC

PCSC divulga análise estatística com dados levantados desde 1º de janeiro de 2024

A Polícia Civil de Santa Catarina alcançou uma marca histórica com 80% dos homicídios elucidados. A informação faz parte de uma análise de dados estatísticos divulgada nessa quarta-feira (23), pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil. O levantamento analisa dados de 1º de janeiro até o dia 22 de abril de 2024, o que demonstra um expressivo aumento da produtividade.

“Os crimes acontecem e não ficam esquecidos. Vão sendo elucidados. Nós pretendíamos alcançar uma meta, em 2024, de 75 ou 77%, que são os índices do Canadá e da Austrália, mas esse percentual foi atingido no ano passado”, assinalou o delegado-geral da PCSC, Ulisses Gabriel.

 

Para Ulisses Gabriel, a alta produtividade da Polícia Civil é reflexo dos investimentos estratégicos que a instituição vem realizando. “São dados extremamente positivos para Santa Catarina e o governador Jorginho tem investido muito na polícia, no orçamento, para que cada cidadão catarinense possa se sentir protegido”, destacou.

O delegado-geral assinalou ainda que a meta do planejamento estratégico da PCSC é chegar até 2026 com 89% dos crimes de homicídio esclarecidos. “A Inglaterra, por exemplo, resolve 80% – o mesmo número que Santa Catarina tem resolvido – o que demonstra uma atuação muito firme das forças de segurança: Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica, Corpo de Bombeiros sempre integrados com o Ministério Público e o Poder Judiciário”, destacou.

Prisões em flagrante

Outro dado que chama a atenção é o número de prisões em flagrante realizadas em 2024. Até o dia 22 de abril, 441 pessoas foram detidas, o que representa um aumento de 22%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Apenas na última semana, as prisões em flagrante ocorreram pelos crimes de tráfico de drogas (63,89%), receptação dolosa (26,11%), associação para o tráfico (19,44%) e adulteração de sinal identificador de veículos (13,89%), entre outras.

Mandados de prisão

As análises revelam ainda que em 2024 foram presas, por meio de mandado de prisão, 1.920 pessoas, contra 1.427 no ano anterior, perfazendo um total de 34,55% a mais do que no mesmo período do ano passado.

O aumento de cumprimento de mandados de prisão foi de 64,09% e no ranking das delegacias com melhor desempenho aparecem DIC de Lages; DIC/Fron Chapecó; DIC de Joinville; DIC de Tubarão; DPCo de Imbituba; DIC de Blumenau; DRRF Blumenau; DRR Florianópolis; DIC de São José; DIC de Criciúma; DIC de Laguna, DIC de Itajaí e DIC de Palhoça.

Buscas e apreensões

Em relação a mandados de busca e apreensão no período analisado, foram cumpridos 2.435 mandados, 14% a mais do mesmo período do ano passado. No ranking das delegacias com maior número de mandados de busca e apreensão cumpridos destacam-se: Delegacia de Defraudações (DD/DEIC); DIC de Blumenau; DPCo de Imbituba; DIC de São José; DIC de Joinville; DIC de Criciúma; DPCAMI de Florianópolis; DIC de Laguna; DRFR de Blumenau; DIC de Lages; DIC/Fron São Miguel do oeste; 2ª Delegacia de Combate à Corrupção (2ª DECOR); 3ª DECOR.