15 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Professor acusado de estupro de vulnerável é preso

A operação “Respectus” teve o objetivo de combater crimes contra crianças e mulheres

No total foram cumpridas nove ordens judiciais de prisão preventiva, busca e apreensão e quebra de sigilo telefônico e de dados. A ação foi realizada pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Canoinhas na última quarta-feira (24). A operação “Respectus” cumpriu as ordens judiciais nas cidades de Canoinhas e Papanduva.

O foco foi o combate às ocorrências graves de pedofilia, violência doméstica e pornografia de vingança (revenge porn) contra a mulher. Dentre os casos investigados está um de estupro de vulnerável cometido por um professor de música contra uma aluna. Em outra situação um homem foi preso sob a acusação de ter agredido a ex-companheira com uma barra de ferro e por descumprir as medidas protetivas.

Já em relação a apuração de pornografia de vingança (revenge porn) e de desrespeito à ordem de afastamento o agressor literalmente desafiou os órgãos de segurança. Sabendo da existência da medida protetiva, continuou procurando e agredindo a vítima. Em um dos casos chegou a falar que não tinha medo da Polícia Civil.

Os trabalhos resultaram na apreensão de sete celulares e computadores e na prisão de quatro homens de 20 e 30 anos de idade. Os equipamentos apreendidos passarão por perícia e os presos foram encaminhados ao Presídio Regional de Canoinhas.

Material apreendido durante a operação. Imagem: Polícia Civil / Divulgação

A operação é considerada a maior ação com o foco de proteção a mulher e a criança no Planalto Norte. Participaram das diligências policiais civil de Canoinhas, Major Vieira e Papanduva.