13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Sobrinho de Marcola, líder de facção criminosa, é preso em Santa Catarina

Fotos: Divulgação/Polícia Federal

Leonardo Ribeiro Herbas Camacho gerenciava de SC as atividades da organização no Ceará

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (24) Leonardo Ribeiro Herbas Camacho, sobrinho de Marco Willians Herbas Camacho, mais conhecido como Marcola, apontado como líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), uma das maiores facções criminosas no país. A prisão ocorreu em Itajaí, no Litoral Norte do estado, no âmbito de uma operação contra as atividades da organização.

A “Operação Migratio” teve como objetivo desmantelar o núcleo gerencial e logístico da facção, que tem matriz em São Paulo, mas que também opera atividades ilícitas no Ceará com a movimentação de cerca de R$ 300 milhões. Segundo a PF, Leonardo gerenciava os negócios da organização no Ceará daqui de Santa Catarina, onde morava.

 

O dinheiro movimentado pelo grupo seria utilizado na corrupção de servidores públicos. Ao todo, 22 mandados de prisão preventiva foram cumpridos na operação de hoje. Entre eles, os de dois policiais militares, presos por pertencerem ao núcleo logístico da organização.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) da Polícia Federal também cumpriu 36 mandados de busca e apreensão em endereços situados nos estados do Ceará, São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, além do sequestro de 42 veículos, joias e relógios de luxo dos investigados.

Os mandados foram expedidos pela Vara de Delitos de Organização Criminosa do Ceará, e um dos investigados foi inserido na Difusão Vermelha da Interpol em razão de uma investigada ter mantido residência recente na Argentina.